0

Agora em desvantagem, Galo recebe o Cruzeiro no Independência

19 abr 2019
21h58
atualizado às 21h58
  • separator
  • comentários

Se o Atlético tinha a vantagem, agora entra em campo, contra o Cruzeiro, neste sábado, às 16h30 (de Brasília), no Independência, com desvantagem no placar da final do Campeonato Mineiro. A situação alvinegra, no entanto, ainda é boa: uma simples vitória dá a taça ao Galo. A Raposa precisa fazer o que tem feito até então: não perder. O time de Mano Menezes ainda não conhece a derrota em 2019.

As equipes vão entrar em campo carregando as polêmicas do último clássico. No último fim de semana, a Raposa venceu por 2 a 1, mas sobrou reclamação atleticana na arbitragem - mesmo como VAR. O time preto e branco lamenta um pênalti não marcado em Igor Rabello, no fim de primeiro tempo, e, além disso, a postura do juiz Wagner do Nascimento Magalhães que desconsiderou o VAR e mandou os atletas para o intervalo. No segundo tempo, o gol de Léo aconteceu após um escanteio inexistente.

Depois do jogo, a diretoria atleticana foi a público lamentar os erros da arbitragem e a utilização do VAR. Dias depois, o Cruzeiro também foi e, entre outras coisas, sugeriu que o VAR fosse colocado fora do Independência para evitar o clima de pressão.

Para dentro das quatro linhas, o Atlético se prepara para uma grande final. O técnico Rodrigo Santana, ainda na condição de interino, fechou os últimos treinos do Galo e levou a equipe para fazer reconhecimento de gramado no Independência. O motivo é que a equipe joga há vários jogos no Mineirão e precisa retornar ao Gigante do Horto para "sentir a grama novamente". Nada pôde ser visto nem no trabalho no estádio, nem nas atividades na Cidade do Galo.

O treinador Rodrigo Santana tem uma grande dúvida para o jogo. O meia Cazares é ausência quase que garantida para a partida. Ele será reavaliado, mas sua presença é pouco provável. Diante disso, o treinador pode mudar o esquema de jogo colocando Luan como armador, Geuvânio e Chará pelos lados e Ricardo Oliveira na frente. Outra opção é fazer o simples: Vinícius na vaga. Na defesa, Rever deve retornar a zaga formando dupla com Igor Rabello. Entre os volantes, José Welison entra no lugar de Adilson que foi suspenso.

Pelo lado do Cruzeiro, o técnico Mano Menezes terá força total em campo. O treinador conta ainda com o retorno de Thiago Neves, mas o camisa 10 deve ficar no banco de reservas como opção. O único problema é a ausência de Raniel, mas o avante não é titular.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG X CRUZEIRO

Local: Estádio Independência, Belo Horizonte (MG)

Data: 20 de abril de 2019 (Sábado)

Horário: 16h30 (horário de Brasília)

Árbitro: Leandro Bizzio Marinho

Assistentes: Rafael da Silva Alves e Elio Nepomuceno de Andrade Júnior

VAR: Leandro Pedro Vuaden

ATLÉTICO: Victor; Guga, Igor Rabello, Réver e Fábio Santos; José Welison, Elias, Vinícius, Luan e Chará; Ricardo Oliveira.

Técnico: Rodrigo Santana.

CRUZEIRO: Fábio; Edilson, Léo, Dedé e Egídio; Henrique, Lucas Romero, Rodriguinho, Robinho e Marquinhos Gabriel; Fred.

Técnico: Mano Menezes.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade