0

Criciúma goleia Concórdia fora de casa e respira no Catarinense

3 mar 2018
21h03
  • separator
  • comentários

Precisando da vitória para deixar a zona do rebaixamento, o Criciúma visitou o Concórdia neste sábado, no Estádio Domingos Machado de Lima, pela rodada de número 11 do Campeonato Catarinense. E não foi preciso muito tempo para que o Auri-negro encaminhasse o resultado positivo. Com 15 minutos de jogo, já tinha aberto 3 a 0 no placar, que terminou 5 a 2 ao fim dos 90 minutos. Douglas Moreira, Sandro, Elvis, Lucas Coelho e Mailson fizeram para os visitantes, enquanto Paulinho e Gelson diminuíram para o time da casa.

Desta forma, o Tigre chega a 12 pontos ganhos na competição estadual, abandona o Z2 e, provisoriamente, assume a sexta colocação da classificação. O Concórdia, por outro lado, desce para a oitava posição, com 10 pontos ganhos e se aproxima da zona da degola, com pontuação igual à do Hercílio Luz, o primeiro dentro da mais indigesta região da tabela.

O Jogo - Com um primeiro tempo avassalador, algo que ainda não tinha sido visto neste Campeonato Catarinense, o Criciúma sacramentou a vitória em pouco mais de 20 minutos. Aos sete, após cruzamento da direita, Mailson matou a bola no peito e ajeitou para a chegada de Douglas Moreira. O meia encheu o pé direito e mandou uma bomba indefensável.

Aos 11, em cobrança de falta pela esquerda, Elvis levantou no segundo pau e Sandro, ganhando a disputa pelo alto, cabeceou para dentro do gol. Aos 15, pênalti duvidoso para o Tigre. Deslocando o goleiro, Elvis bateu firme no canto direito e fez o terceiro.O quarto veio aos 24. João Paulo cobrou falta com capricho, a bola bateu na trave e, bem posicionado, Lucas Coelho foi oportunista para aproveitar o rebote.

O Concórdia diminuiu aos 29. A zaga do Tigrão não conseguiu afastar o cruzamento rasteiro, vindo da direita, e a bola sobrou com Paulinho, que não perdoou e descontou para o time da casa.

Veio a etapa final e, com ela, mais um gol do Criciúma. Elvis roubou a bola no intermediária ofensiva e serviu Mailson. O atacante invadiu a área pelo lado esquerdo e finalizou com muita qualidade, batendo de chapa e colocando perto do ângulo esquerdo do goleiro Carlão.

Aos 23, outro do Concórdia. Em nova cobrança de pênalti, Gelson bateu rasteiro, fez o segundo do Galo e o último da partida.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade