0

Mesmo classificado, Enderson Moreira reprova segundo tempo do Bahia

7 mar 2019
13h40
atualizado às 13h40
  • separator
  • 0
  • comentários

Na noite da última quinta-feira, o Bahia venceu por 1 a 0 o Santa Cruz-RN, com gol de Gilberto de pênalti e avançou para a terceira fase da Copa do Brasil. Entretanto, mais uma vez, o time deveu futebol e levou um susto enorme, especialmente no segundo tempo.

Sabendo de que os 45 minutos finais foram ruins, o técnico Enderson Moreira não passou pano para a atuação da equipe. Para o treinador, o confronto ficou aberto, devido a atuação abaixo da crítica do Esquadrão de Aço.

"A pressão, muito mais em função de algumas bolas paradas, alguns lances assim, de talvez imposição, porque estavam perdendo o jogo. Na verdade, acho que foram dois tempos distintos. O primeiro tempo completamente um domínio nosso, com muitas chances criadas, e um segundo tempo muito abaixo daquilo que a gente consegue fazer", afirmou o comandante.

Além disso, Enderson comentou sobre o regulamento da Copa do Brasil. De acordo com o técnico, apenas um jogo aumenta a pressão sobre o time, que precisa da vitória a qualquer custo para não ser eliminado e passar vexame.

"Copa do Brasil, quando vem com essas duas primeiras fases, tudo pode acontecer. O Corinthians quase foi eliminado em 2017. Não é só com o Bahia. A equipe do Goiás, que não perdeu jogo nenhum até hoje na temporada, ficou de fora por um empate em casa. Você não tem prazo para recuperação", emendou.

Agora, o Bahia volta suas atenções para o Campeonato Baiano. No domingo, o Tricolor tem o clássico contra o Vitória, no domingo, às 16h00 (horário de Brasília), na Fonte Nova, em Salvador.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade