1 evento ao vivo

Espanha goleia País de Gales e segue 100% sob comando de Luis Enrique

11 out 2018
17h40
atualizado às 17h40
  • separator
  • comentários

Três jogos e três vitórias. É assim que Luis Enrique começa seu trabalho à frente da seleção da Espanha. O terceiro triunfo veio na tarde desta quinta-feira em amistoso disputado no Estádio Principality contra País de Gales. Mesmo com vários jogadores considerados reservas, a Fúria teve boa atuação e dominou a partida, vencendo pelo placar de 4 a 1.

O destaque do duelo foi Paco Alcácer, que faz ótimo começo de temporada e marcou dois tentos diante de Gales, que por sua vez, não pôde contar com sua estrela Gareth Bale.

A Fúria volta a campo na segunda-feira, quando recebe a Inglaterra pela terceira rodada da Liga das Nações e provavelmente com força máxima. A partida acontece às 15h45 (de Brasília), no estádio do Betis, em Sevilha. No dia seguinte, País de Gales também entra em ação pela quarta rodada da competição europeia, quando vai a Dublin encarar a Irlanda.

O jogo

Espanha ainda não perdeu sob comando de Luis Henrique

Inspirado, Alcácer abre o placar logo no começo

A Fúria começou o jogo trocando passes, estudando o adversário em busca de espaços. E conseguiu. Aos oito minutos, após cruzamento na área, Hennessey tirou de soco, mas Alcácer ficou com a sobra, dominou e mandou no ângulo, sem chances para o goleiro: 1 a 0.

Domínio da partida

A Espanha não encontrava dificuldades. Tinha o controle do jogo e não tardou a balançar a rede novamente. Aos 19 minutos, em cruzamento certeiro de Suso, Sérgio Ramos subiu completamente sozinho e cabeceou para o fundo do gol para ampliar o placar e marcar o seu tento de 96 na carreira - o 15º pela seleção.

Gales chegou a assustar De Gea de leve, aos 22 minutos, mas a bola de Wilson saiu por cima, mas levou algum perigo.

A resposta veio na sequência. E de novo com ele, o inspirado Alcácer. Aos 29 minutos, o atacante aproveitou vacilo de Wilson na área e bateu de primeira para anotar o terceiro.

O gol confirma a excelente fase do jogador: o atacante do Borussia Dortmund tem nove gols em 203 minutos jogados nesta temporada, ou seja, média de um tento a cada 23 minutos.

A seleção de Gales ainda colocou uma bola na trava espanhola aos 35 minutos, mas a Roja tinha total controle da partida e ditava o ritmo do jogo.

Tranquilidade para a Fúria

As equipes voltaram bastante modificadas para a segunda etapa, como era de se imaginar. Mesmo assim, o jogo era tranquilo para os espanhóis, que estavam mais perto de marcar o quarto do que sofrer o primeiro. Por exemplo aos 12 minutos, quando Suso soltou uma bomba e a bola explodiu no travessão.

Gales só chegou com perigo aos 25 minutos depois de jogada iniciada por Ramsey na direita.  Vokes recebeu na área, mas a defesa espanhola afastou o perigo sem maiores dificuldades.

Bartra decreta goleada

E mais uma vez, a Espanha respondeu logo na sequência. Com 28 minutos de bola rolando, em cobrança de escanteio de Suso, Bartra subiu mais alto e cabeceou sem chances para Hennessey evitar o quarto gol. Foi o primeiro tento do zagueiro com a camisa da seleção espanhola e a primeira vez em dez anos que um jogador do Betis marca pela Fúria.

No finzinho, aos 45 minutos do segundo tempo, País de Gales conseguiu seu gol de honra, diminuindo a diferença com cabeçada de Vokes, que desviou em Bartra antes de entrar.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade