1 evento ao vivo

Em estreia de Ceni, Gustagol brilha e dá vitória ao Fortaleza no Cearense

18 jan 2018
00h41
atualizado às 00h41
  • separator
  • comentários

O Fortaleza deu o pontapé inicial na busca pelo seu 42º título do Campeonato Cearense nesta quarta-feira. Enfrentando o Uniclinic no estádio Presidente Vargas, o Leão do Pici não teve dificuldades para superar o adversário por 4 a 0 e garantir o triunfo na estreia do técnico Rogério Ceni à frente da equipe em uma competição oficial.

Ceni teve de dividir o protagonismo nesta quarta com o atacante Gustavo, também conhecido como Gustagol, ex-Corinthians. O homem de área tricolor foi responsável pelos quatro gols do jogo, balançando as redes duas vezes no primeiro tempo e outras duas na etapa complementar para assegurar os três pontos à sua equipe.

Com os três primeiros pontos somados, o Fortaleza volta a campo no próximo domingo, às 18h (de Brasília), na Arena Castelão, contra o Maranguape. Já o Uniclinic terá pela frente o Ceará somente na quinta-feira da próxima semana, quando encara o Ceará, também no Castelão, às 19h.

O jogo - O Fortaleza não demorou muito para chegar com perigo à meta rival. Logo aos 11 minutos Alípio cruzou na área, e Zé Aquiraz, na tentativa de afastar o perigo, cabeceou contra o próprio gol, obrigando Artur a fazer grande defesa. Porém, no minuto seguinte o Uniclinic não conseguiu repetir a dose e acabou vendo o Leão do Pici abrir o placar com Gustavo, o Gustagol, que arrematou de cabeça após cruzamento da esquerda para estufar as redes.

Animados com a vantagem no placar, os comandados de Rogério Ceni chegaram ao segundo gol aos 28 minutos, novamente com Gustavo. Desta vez, o centroavante do Leão dominou a bola dentro de área e bateu forte, novamente sem chances para o goleiro Artur, que ainda teve de trabalhar dois minutos depois, em chute forte de Igor Henrique, para evitar que o Fortaleza fosse para o intervalo com uma vantagem ainda maior.

Apesar da inferioridade na partida, o Uniclinic ainda conseguiu ameaçar o Tricolor cearense antes de ir para o vestiário. Aos 38 minutos, em cobrança de falta, a Águia de Precabura esteve próxima de descontar, mas o goleiro Marcelo Boeck estava atento para espalmar a bola e garantir o 2 a 0 aos visitantes no primeiro tempo.

Já no segundo tempo o Uniclinic voltou a campo mais agressivo. Tentando correr atrás do prejuízo, o time da casa recuou o Fortaleza com a forte presença no ataque e não permitiu que o adversário trocasse passes perto de sua área. Desta maneira, a equipe do técnico Rogério Ceni sofreu para levar perigo à meta da Águia de Precabura.

Apesar de tentar descontar, o Uniclinic só conseguiu chegar de maneira contundente ao gol do Fortaleza aos 25 minutos, quando Zé Aquiraz bateu cruzado na esquerda, balançando as redes pelo lado de fora. Dois minutos depois, o Tricolor cearense respondeu com João Henrique, que tentou finalizar a sobre do chute de Wesley, mas viu o goleiro Artur se antecipar e ficar com a bola.

Antes do apito final, aos 31 minutos, o Uniclinic ainda conseguiu chegar ao gol com Marcelo Nicácio, entretanto, o árbitro assistente já havia levantado a bandeira, sinalizando posição irregular do jogador. Aproveitando o desgaste dos rivais já na reta final de partida, o Fortaleza ainda chegou ao terceiro gol novamente com Gustavo, que aproveitou o bom passe de Leonan para estufar as redes. Não satisfeito, o atacante tricolor ainda tratou de fazer o quarto, tocando na saída do goleiro Artur, para fechar os trabalhos da equipe de Rogério Ceni no estádio Presidente Vargas.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade