0

Em crise, Atlético-MG aposta em novo esquema para frear Palmeiras e reagir

Time mineiro aposta nos três zagueiros para frear o rival alviverde e amenizar a crise

6 out 2019
16h02
atualizado às 16h02
  • separator
  • 0
  • comentários

Em má fase e prestes a iniciar uma sequência de jogos contra adversários que brigam pelo topo da tabela, o Atlético-MG mudou a estratégia para voltar a vencer. Neste domingo, às 16 horas, contra o vice-líder Palmeiras, no Allianz Parque, o time mineiro terá uma escalação mais cautelosa.

Muito pressionado pela recente eliminação do Atlético-MG na Copa Sul-Americana e pelos resultados ruins no Brasileirão, o técnico Rodrigo Santana promoveu uma mudança tática. O time entrará com três zagueiros, tentará parar o segundo melhor ataque do campeonato e não levar gols, feito que não consegue há mais de dois meses. De lá para cá, a equipe mineira entrou em campo 13 vezes e foi vazada em todas essas partidas.

A equipe mineira, que integrou por várias rodadas a zona de classificação à Copa Libertadores, soma 30 pontos e perdeu sete dos últimos oito jogos no Brasileirão. A má notícia é que o Palmeiras não é o único adversário da parte de cima da tabela que o time vai enfrentar nos próximos dias.

"Sequência pesada. A gente vai enfrentar Palmeiras, Flamengo e Grêmio, uma sequência bem difícil. Mas podemos fazer dessa dificuldade nossa grande oportunidade para sair dessa situação", disse o treinador às vésperas da partida.

Neste sábado, o zagueiro Réver foi confirmado como desfalque por causa de um incômodo na panturrilha esquerda que já o impediu de atuar no último jogo contra o Vasco - derrota por 2 a 1, na quarta-feira, no Independência.

Assim, Leonardo Silva jogará novamente como titular e formará o trio defensivo com Iago Maidana e Igor Rabello, este que completou 50 jogos e é o jogador atleticano que mais entrou em campo nesta temporada.

No meio, sem Jair, machucado, Nathan e Zé Welison brigam pela vaga. "O Nathan é o jogador que mais está roubando bola em campo, está adaptando bem. Fizemos um trabalho específico para ele, dois dias de treinamento, imagens. Então, ele está crescendo muito na posição. Tem a possibilidade do Zé Welison também", explicou Santana.

O setor ofensivo deve ser composto por Otero, Luan e Di Santo. Com a escalação do trio defensivo, o meia equatoriano Cazares irá para o banco, assim como Patric, muito criticado pelos erros no último revés para o Vasco. Em seu lugar, entrará Guga.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade