3 eventos ao vivo

Egito vira sobre Camarões e busca "vingança" contra Argélia

25 jan 2010
16h31
atualizado às 18h34

O Egito precisou da prorrogação para vencer Camarões, de virada, por 3 a 1 e avançar à semifinal da Copa Africana de Nações. Maior campeão da competição (venceu seis vezes, incluindo as duas últimas edições), o time egípcio enfrentará a Argélia, repetindo o duelo que gerou grande tensão nas Eliminatórias para a Copa de 2010.

Na ocasião, as duas equipes decidiam uma vaga para o próximo mundial, mas o duelo ultrapassou as quatro linhas, visto que torcedores argelinos teriam agredido os jogadores egípcios.

Após um jogo de desempate, a Argélia ficou com uma vaga na Copa de 2010, enquanto as autoridades egípcias decidiram boicotar os argelinos nas disputas esportivas.

Já no jogo desta segunda-feira, Camarões abriu o marcador com um gol olímpico de Emana. Ainda no primeiro tempo, Hassan empatou para o Egito.

A partida foi para a prorrogação e, logo nos primeiros minutos, o Egito definiu a classificação aproveitando-se de falhas da zaga e do goleiro egípcios, além de ser beneficiado pela arbitragem, que validou um gol irregular.

O jogo

Camarões saiu na frente em grande estilo. Aos 25min, Emana cobrou escanteio, Hassan não conseguiu fazer o corte e a bola entrou direto no fundo das redes.

Depois de não conseguir cortar o escanteio, Hassan se redimiu ainda no primeiro tempo, aos 36min, quando arriscou para o gol e viu Kameni falhar, empatando a partida para o Egito.

Assim, como Hassan, Kameni também conseguiu compensar seu erro. No segundo tempo, o goleiro fez grandes defesas, principalmente nos chutes de Meteeb e de Zidan.

Durante o segundo tempo, Camarões realizou uma forte pressão, mas o Egito se defendeu bem e ainda teve a chance de "matar" a partida. Meteeb, na cara do gol, porém, chutou para fora.

No começo da prorrogação, foi o goleiro do Egito, El Hadari, que apareceu bem para fazer defesas nos chutes de Eto'o e Webo.

Na sequência, o Egito conseguiu chegar ao gol. Geremie tentour recuar para o goleiro, mas a bola saiu fraca e Gedo aproveitou para tocar para o gol.

Em seguida, aos 4min, Hassan cobrou falta da esquerda, o goleiro Kameni rebateu no travessão e a bola quicou sobre a linha. Contudo, de forma errada, a arbitragem validou o gol.

Camarões ainda tentou reagir, mas não conseguiu criar chances efetivas de gol e acabou sendo eliminado.

Hassan marcou dois gols na classificação do Egito
Hassan marcou dois gols na classificação do Egito
Foto: EFE
Fonte: Terra
publicidade