6 eventos ao vivo

Duplas masculinas vencem e avançam em etapa da Suíça do vôlei de praia

Evandro/Bruno Schmidt e Alison/Álvaro Filho já estão nas oitavas de final

10 jul 2019
17h02
  • separator
  • 0
  • comentários

Após uma campanha decepcionante no Mundial realizado em Hamburgo, na Alemanha, o vôlei de praia do Brasil conseguiu nesta quarta-feira bons resultados na etapa de Gstaad, na Suíça, de nível cinco estrelas, da temporada de 2019 do Circuito Mundial. No masculino, Evandro/Bruno Schmidt e Alison/Álvaro Filho já avançaram às oitavas de final, enquanto que André/George caiu para a repescagem. No feminino, das cinco parcerias participantes, três ganharam na estreia.

Alison e Álvaro Filho tiveram dois jogos duros e saíram em primeiro de seu grupo. Eles estrearam superando os poloneses Losiak e Kantor por 2 sets a 1 (21/18, 19/21 e 15/9). Horas depois, valendo a liderança da chave, levaram a melhor sobre os russos Krasilnikov/Stoyanovskiy, que foram campeões do Mundial, por 2 a 1 (14/21, 22/20 e 15/12). O adversário das oitavas de final será definido nesta quinta-feira, após final da fase de grupos e dos jogos da repescagem.

Alison, ao lado de Álvaro Filho, já está nas oitavas de final na Suíça
Alison, ao lado de Álvaro Filho, já está nas oitavas de final na Suíça
Foto: FIVB/Divulgação / Estadão

A disputa no masculino contou com dois times do Brasil na mesma chave, disputando a primeira posição do Grupo F. Evandro e Bruno Schmidt venceram os chineses Peng Gao e Yang Li por 2 sets a 0 (21/15 e 21/12) e André/George começou o dia superando os letões Samoilovs e Smedins por 2 a 0 (21/15 e 22/20). Com isso, os dois times brasileiros foram para a disputa da vaga às oitavas e Evandro/Bruno Schmidt levou a melhor por 2 a 0 (21/17 e 21/19).

Já Guto e Saymon acabaram superados na estreia do Grupo G para os espanhóis Herrera e Gavira por 2 sets a 0 (21/17 e 21/18). Por terem perdido o primeiro jogo, eles voltam à quadra somente nesta quinta-feira, quando terão que vencer os italianos Rossi e Carambula para avançar à repescagem do torneio na Suíça.

FEMININO

Entre as mulheres, as duplas brasileiras começaram com três vitórias em cinco jogos nesta quarta-feira. As vencedoras foram Ágatha/Duda, Ana Patrícia/Rebecca e Carol Solberg/Maria Elisa. Fernanda Berti/Bárbara Seixas e Talita/Taiana foram superadas na estreia, mas seguem com chances de avançar.

Brasileiras mais bem colocadas no ranking de entradas, Ana Patrícia e Rebecca venceram de virada as alemãs Laura Ludwig e Kozuch por 2 sets a 1 (17/21, 21/12 e 15/7). A disputa do primeiro lugar do Grupo E será contra as também alemãs Ittlinger/Laboureur.

Ágatha e Duda começaram o dia superando as austríacas Plesiutschnig e Schutzenhofer por 2 sets a 0 (22/20 e 21/9). Elas decidem a primeira posição do Grupo F contra as norte-americanas Larsen e Stockman. Carol Solberg e Maria Elisa, que vieram do qualifying, venceram as eslovacas Dubovcova/Strbova na estreia do Grupo B, com parciais de 21/19 e 21/19. O duelo contra as canadenses Sarah Pavan e Melissa Humana-Paredes, campeãs do Mundial, define a primeira posição da chave.

Fernanda Berti e Bárbara Seixas iniciaram o torneio suíço sendo superadas pelas letãs Graudina e Kravcenoka por 2 sets a 0 (21/19 e 21/19). Elas entram em quadra novamente nesta quinta-feira pelo Grupo G e precisam vencer as chinesas Chen Xue e Xinxin Wang para irem à repescagem.

Talita e Taiana também tiveram revés no primeiro jogo da fase de grupos em Gstaad. Elas foram superadas pelas canadenses Bansley e Wilkerson por 2 sets a 1 (21/14, 18/21 e 15/7). Para terminarem em terceiro no Grupo H, as brasileiras precisam superar as finlandesas Lahti e Parkkinen nesta quinta-feira.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade