3 eventos ao vivo

Diversidade marca as transmissões dos jogos da Copa Libertadores pelo Fox Sports

Emissora passou a contar com o reforço dos profissionais da ESPN e tem se destacado nas transmissões das partidas

20 out 2020
12h10
atualizado às 14h26
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Uma equipe diversificada marca as transmissões da Copa Libertadores pelo Fox Sports. Nesta semana, com a disputa da última rodada da fase de grupos e a definição dos times classificados para as oitavas de final, o canal anuncia seis jogos em sua grade, além do sorteio do mata-mata, na sexta-feira.

Entre os destaques da "equipe Fox Sports", que recebeu o reforço de profissionais da ESPN - os dois canais trabalham de forma conjunta -, está Mauro Cezar Pereira, também colunista do Estadão. Acostumado a comentar jogos da Premier League, o experiente jornalista faz uma analogia entre as competições. "Comentar a Libertadores tem um método semelhante ao Campeonato Inglês. Se lá damos ênfase ao Liverpool, Manchester United ou City, aqui será a vez de Flamengo, River Plate, LDU... O método de estudo e preparação para o comentário é o mesmo. Só mudam os jogadores."

Mauro Naves, repórter de grande sucesso por três décadas na TV Globo, estreia nos comentários e aponta as diferenças na profissão. "Agora me transformo em vidraça. Antes eu apenas dava a informação, agora dou opinião e é normal que isso desagrade muita gente, mas estou acostumado com a repercussão nas redes sociais." Ele destaca uma missão nova em sua carreira. "Preciso me informar sobre a parte tática dos times, as preferências dos técnicos e o estilo de jogo dos atletas. É mais complexo."

Zé Elias, que marcou época no Corinthians nos anos 90, foi campeão brasileiro pelo Santos em 2004 e jogou quase dez anos na Alemanha, Itália e Grécia, afirmou que se sente mais à vontade nos jogos da Libertadores, pois a proximidade com os atletas é maior. "É possível levar ao assinante riqueza maior de detalhes. Você sabe como o cara bate na bola, qual a preferência de uma jogada, tudo isso traz informações legais para o telespectador."

Já Renata Silveira, seguindo caminho aberto em 2018, quando se tornou a primeira mulher a narrar a final de uma Copa do Mundo na TV brasileira, está na equipe e narra Bolívar x Guaraní, nesta quarta-feira, às 21 horas, no Fox Sports 2.

"A experiência é sensacional. O Fox Sports me dá espaço para aprender e evoluir. Poder narrar jogos de Libertadores é muito bacana", disse a profissional, que já transmitiu partidas do Alemão, Espanhol, Argentino, além da Liga Europa.

Renata entrou no Fox Sports por intermédio do concurso "Narra quem Sabe" e foi uma das três selecionadas. "Não penso em narrar outras modalidades. Quero me desenvolver bem no futebol e depois sim pensar em outros esportes."

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade