3 eventos ao vivo

Descansado, Flamengo estreia na Taça Rio contra Americano e mira recuperação

Com longa fase de treinos, Abel Braga quer afastar 'energia baixa' após incêndio no Ninho do Urubu

24 fev 2019
15h13
atualizado às 15h13
  • separator
  • 0
  • comentários

Há dez dias sem entrar em campo, depois da eliminação na semifinal da Taça Guanabara para o Fluminense, o Flamengo volta a atuar neste domingo. O duelo da primeira rodada da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca, será contra o Americano, às 17 horas, no Maracanã.

Nestes dias, o Flamengo se concentrou apenas em treinar. Além do desempenho insatisfatório na Taça Guanabara, o elenco tenta melhorar o astral, abalado por conta do incêndio no Ninho do Urubu que vitimou dez jogadores das divisões de base do clube há duas semanas. O técnico Abel Braga disse que uma "energia baixa" tomou conta do elenco depois da tragédia.

Badalada, a equipe, que teve investimentos milionários neste ano com o objetivo de voltar a ser campeã e retirar o estigma de time que amarela nos principais torneios, ainda não se encontrou em campo. Arrascaeta e Gabriel, as duas principais contratações para 2019, não justificaram ainda todo o dinheiro neles investidos.

O uruguaio, aliás, recebeu algumas críticas pelo erro no começo da jogada que acabou culminando no gol de Luciano que eliminou o Flamengo da semifinal da Taça Guanabara. Contudo, Arrascaeta tem a confiança de Abel Braga e foi confirmado como titular no duelo deste domingo. Ele deve substituir Éverton Ribeiro, lesionado.

"Ele (Arrascaeta) vai jogar. O lance no Fla-Flu foi duro para ele. Era um lance difícil de dominar e ele fez com uma facilidade inacreditável. Ele ficou cabisbaixo por uns quatro dias e sentiu. Conversamos com ele, jogador de muita qualidade. O que prometi a ele após o jogo é que ele teria a chance de ser recuperar no próximo jogo. Já está escalado", confirmou o treinador.

A entrada de Arrascaeta deve ser a única mudança na escalação em relação ao time que perdeu para o Fluminense. Assim, Bruno Henrique, um dos que tem agradado a torcida, permanece entre os 11 titulares e Vitinho, em baixa, segue entre os suplentes. No comando de ataque, Gabriel tentará desencantar.

O Americano voltará a disputar um jogo oficial no Maracanã depois de nove anos. O time de Campos ficou afastado da elite do futebol carioca nos últimos anos últimos seis anos e, assim, não disputou um jogo sequer no lendário estádio.

A última partida do Americano no local foi justamente contra o Flamengo, pelo Campeonato Carioca de 2010, ainda antes da reforma para a Copa do Mundo de 2014. Na ocasião, o Americano foi derrotado por 3 a 2. O lateral-esquerdo Rafinha é o único do elenco remanescente daquele duelo. Mas ele não será titular neste domingo.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade