5 eventos ao vivo
Logo do Copa do Brasil
Foto: terra

Copa do Brasil

De volta ao Atlético-MG, Otero prevê clássicos quentes contra o Cruzeiro

Rivais se enfrentam nesta quinta-feira no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil

10 jul 2019
21h35
atualizado às 21h35
  • separator
  • 0
  • comentários

De volta ao Atlético Mineiro após período de empréstimo ao Al Wehda, dos Emirados Árabes Unidos, Otero deverá voltar a atuar pelo time em um jogo especial. Ainda que como opção no banco de reservas para o técnico Rodrigo Santana, o meia venezuelano deverá ser aproveitado nesta quinta-feira, quando a equipe vai encarar o Cruzeiro, no Mineirão, no duelo de ida das quartas de final da Copa do Brasil, a partir das 20 horas. E ele aposta que os confrontos pelo torneio nacional serão quentes.

"É um jogo à parte, que Belo Horizonte toda para e assiste. Com todo respeito, vamos jogar nosso futebol, fazendo o trabalho que está sendo feito com o treinador, respeitando obviamente, o time rival, mas é um jogo muito diferente dos outros. No Campeonato Mineiro, já é forte. Agora, na Copa do Brasil, acredito que vai ser mais ainda. Estamos preparados para esse tipo de jogo, vamos fazer nossa parte e esperamos que dê tudo certo", disse, em entrevista coletiva nesta quarta-feira, na Cidade do Galo.

Empolgado para participar do duelo com o Cruzeiro, Otero nem se importa em iniciar o clássico entre os reservas, decisão indicada por Santana nos últimos treinos, quando manteve a base que colocou o Atlético-MG em quinto lugar no Campeonato Brasileiro antes da pausa do torneio por causa da disputa da Copa América.

"Acredito que as coisas acontecem por alguma razão e estou muito feliz e muito ansioso pela minha volta e por jogar esse clássico. Não sei se vou ser titular ou ficar no banco, mas creio que terei alguns minutos para jogar e espero aproveitar 100%", disse o venezuelano.

Conhecido pela qualidade nas jogadas de bola parada, como escanteios e cobranças de falta, Otero destaca que esse tipo de lance pode fazer a diferença nesta quinta. "Você tem que entrar com vontade de fazer as coisas bem. Às vezes, um mínimo erro marca a diferença. Você tem que estar 100% ligado nesse tipo de jogo porque qualquer jogada pode ser decisiva", disse.

Com Otero no banco, o Atlético-MG deve iniciar o clássico com a seguinte formação: Victor; Patric, Igor Rabello, Réver e Fábio Santos; Zé Welison; Chará, Elias, Luan e Cazares; Alerrandro.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade