0

David Luiz desabafa sobre 7 a 1: "Carreguei o fardo sozinho"

Zagueiro afirma que ainda tem o desejo de defender a seleção brasileira e quer encerrar a carreira no Benfica, a quem deu entrevista

23 mai 2020
10h43
atualizado às 11h07
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

David Luiz resolveu falar abertamente sobre a goleada histórica de 7 a 1 sofrida pela seleção brasileira para a Alemanha na semifinal da Copa do Mundo de 2014. Seis anos depois, o zagueiro, um dos que estavam em campo naquela partida, resolveu fazer um longo desabafo sobre o fatídico jogo no Mineirão.

Em entrevista à BTV, o canal de televisão do Benfica, clube que o projetou no cenário internacional, David Luiz afirmou que o peso da derrota ficou em suas costas por muito tempo. Sem citar nomes, ele disse que várias pessoas se eximiram de culpa no duro revés.

David Luiz (Foto de arquivo: 28/06/2014)
David Luiz (Foto de arquivo: 28/06/2014)
Foto: WILTON JUNIOR / ESTADÃO CONTEÚDO

"Eu encarei as câmeras depois do jogo. Os primeiros meses, que é uma memória recente, as pessoas lembravam, no Brasil, do que fiz na Copa do Mundo. Mas depois se apagou e ficou só aquele jogo. Para mim, muitas pessoas se esconderam, não quiseram obter a responsabilidade ou dividir a responsabilidade, e eu carreguei o fardo durante muito tempo sozinho", disse o zagueiro, hoje no Arsenal, da Inglaterra.

Na Copa de 2014, David Luiz era um dos principais nomes da seleção brasileira. O defensor ganhou ainda mais importância antes do duelo com a Alemanha em razão das ausências de Thiago Silva, suspenso, e de Neymar, alijado da partida por lesão. Sem a presença do companheiro de zaga em campo, ele foi o capitão do Brasil no 7 a 1.

"A gente não estava acostumado a perder por dois, três gols, e dar a volta (virada). Durante essa caminhada, a gente não teve esse jogo. E, de repente, foi um baque, você está no Brasil, a gente vai ganhar, e de repente toma um, toma o segundo, e o terceiro em seguida. Um jogo em que dá tudo errado", relembrou David Luiz, entrevistado de sua casa em Londres.

O jogador refletiu sobre o que poderia ser feito para evitar uma goleada tão elástica. Para o zagueiro do Arsenal, no primeiro tempo, encerrado com um placar de 5 a 0 para os alemães, o time comandado por Luiz Felipe Scolari deveria ter esfriado a partida para não levar mais gols.

"Hoje eu penso, talvez naquela altura, como capitão, se faz 3 a 0 e eu falasse: 'espera aí, para todo mundo, vem aqui'. Talvez, se a gente fizesse essa preparação, 3 a 0, está dando tudo errado, vamos ficar aqui parados, vamos para o intervalo, volta, a gente faz um gol e isso tudo aqui muda", comentou.

Na longa entrevista, o jogador também afirmou que ainda tem o desejo de vestir a camisa da seleção brasileira e quer encerrar a carreira no Benfica.

David Luiz tem 57 jogos pela seleção brasileira e três gols marcados, dois deles na Copa do Mundo de 2014. Pelo Brasil, o zagueiro conquistou uma Copa das Confederações, em 2013.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade