1 evento ao vivo

Daniel Alves diz que Neymar é incompreendido no PSG

12 abr 2019
09h16
atualizado às 09h42
  • separator
  • 0
  • comentários

"Aqui não entendemos Neymar". Essa foi a frase dita pelo lateral Daniel Alves em entrevista à rádio francesa RMC sobre seu colega de Paris Saint-Germain e também de Seleção Brasileira, além de amigo pessoal, na última quinta-feira. O jogador disse que, em sua opinião, ele não está rendendo tanto em Paris porque é necessário que o time se adapte a ele.

"Ele sempre deve ter a bola. O que acontece é como com Messi. Ao redor de Messi, há outros jogadores. Aqui não entendemos Neymar. Ele sempre deve ter a bola. Ele te dá o que você não tem (a bola). Eu lhe dou a bola, e ele faz o que quiser", avaliou Daniel Alves.

Imagine que pago um ingresso para ver um show. As pessoas têm que entender, o que querem ver? Um show. Se Messi perde a bola, nós corremos para recuperá-la e devolvê-la a ele. Então, vamos criar as coisas.

A entrevista foi para o programa comandado pelo ex-atacante francês Christophe Dugarry, campeão do mundo em 1998, chamado Team Dunga. Segundo ele, assistir Neymar é como ver um show e, por isso, ele não deve modificar seu estilo de jogar, muito criticado nos últimos anos, principalmente na Copa do Mundo da Rússia, em 2018, quando virou alvo de memes e piadas pela fama de "cai cai".

Daniel Alves durante aquecimento antes de partida do Paris Saint-Germain pelo Campeonato Francês
Daniel Alves durante aquecimento antes de partida do Paris Saint-Germain pelo Campeonato Francês
Foto: Pascal Rossignol / Reuters

"Ele não deve mudar (seu estilo). As pessoas não mudam, elas melhoram, elas se arriscam, elas têm que ser inteligentes. Mas elas não devem mudar sua maneira de jogar, caso contrário, as pessoas vão dormir. PSG tem jogadores diferentes".

Neymar chegou ao Paris Saint-Germain no meio de 2017, por uma quantia milionária paga ao Barcelona, seu então clube. Desde então, foram dois anos e cinco títulos, porém, o maior e mais sonhado deles, a Liga dos Campeões, segue um objetivo distante, ainda que Neymar não seja o grande culpado por isso. O craque, aliás, se recupera mais uma vez de uma lesão no metatarso do pé direito e a expectativa é que ele retorne aos gramados no dia 27 de abril, na final da Copa da França.

Moral para o professor

Neymar não foi o único tópico abordado. Daniel Alves também aproveitou para ressaltar o trabalho de Thomas Tuchel no comando do time francês.

"Thomas Tuchel foi a melhor aquisição para o PSG desde a minha chegada. Eu nunca vi um treinador tão inteligente, tão a serviço da equipe. Ele estuda muito bem cada um dos nossos jogos. Vivemos dias felizes com ele. Tudo que não funcionou nesta temporada é um sofrimento para Tuchel", revelou.

O PSG visita o vice-líder Lille no próximo domingo, pela 32ª rodada do Campeonato Francês. A equipe possui 81 pontos, 20 a mais que o rival, e pode confirmar o título francês já nesta rodada. Eliminado da Champions League pelo Manchester United, o Francês e a Copa da França são as únicas taças restantes na temporada.

Veja também

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade