3 eventos ao vivo

Cuiabá sai na frente, mas cede empate ao Brasil de Pelotas na Arena Pantanal

Com o resultado, time do Mato Grosso atingiu os 16 pontos, em 11º lugar, enquanto clube gaúcho exibe 14 pontos e ocupa o 14º lugar

27 jul 2019
21h30
atualizado às 21h30
  • separator
  • 0
  • comentários

O Cuiabá até mostrou mais disposição, saiu na frente, porém sofreu o empate do Brasil de Pelotas, por 1 a 1, neste sábado à noite, na Arena Pantanal, no encerramento da 12ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

O jogo foi de poucas emoções, principalmente no primeiro tempo. Os dois gols saíram na etapa final. Com este empate, o time do Mato Grosso atingiu os 16 pontos, em 11º lugar, enquanto o time gaúcho exibe 14 pontos e ocupa o 14º lugar.

O Cuiabá entrou em campo para manter sua boa performance após a parada da Copa América, com um empate e duas vitórias, a última delas em cima do Guarani, por 1 a 0, em Campinas, na rodada passada. De outro lado, o Brasil segurou o empate sem gols com o Sport, em Recife, e foi direto para o Mato Grosso, evitando um desgaste maior de locomoção.

O primeiro tempo foi sonolento, porque os dois times não se arriscaram ir ao ataque. Nem mesmo o Cuiabá que atuava em casa e, em tese, com a obrigação de tomar as iniciativas ofensivas. Nenhum dos goleiros fez qualquer defesa relevante.

No começo do segundo tempo o visitante ameaçou num chute de Cristian que raspou no travessão e saiu. A torcida da casa só acordou quando Rincon deu uma bicicleta e obrigou a defesa do goleiro. Mas o atacante do Cuiabá já estava impedido, aos nove minutos. O Brasil não abriu mão de ficar na defesa.

De outro lado, o técnico Itamar Schulle fez uma troca que deu certo no ataque. Tirou o apagado Hugo Cabral para a entrada de Júnior Todinho, que vem voltando aos poucos após uma lesão muscular. Deu certo. Ele marcou um golaço aos 26 minutos. Dominou a bola quase na linha da grande área e bateu de curva e de cobertura. A bola encobriu o goleiro Victor Souza.

Mas o Cuiabá recuou e passou a correr riscos. Tanto que levou o empate aos 35 minutos. Murilo Rangel invadiu a área pelo lado esquerdo e fez o passe para Diogo Oliveira. Ele bateu sexo, rasteiro e no canto do goleiro Victor Souza, que nada pôde fazer para evitar o gol.

O Cuiabá até tentou fazer o abafa nos últimos minutos. A sua melhor chance saiu aos 39 minutos, após levantamento na área e a cabeçada de Júnior Todinho, que acertou o pé da trave e saiu.

Na terça-feira os dois times voltam a campo pela 13ª rodada. O Cuiabá vai enfrentar o líder Bragantino, em Bragança Paulista (SP), às 21h30, enquanto o Brasil vai pegar o Vila Nova, em casa, a partir das 19h15.

FICHA TÉCNICA:

CUIABÁ 1 x 1 BRASIL DE PELOTAS

CUIABÁ - Victor Souza; Jonas, Ednei (Leandro Souza), Anderson Conceição e Paulinho; Escobar (Jean Patrick), Djavan e Alê; Hugo Cabral (Junior Todinho), Rincon e Felipe Marques. Técnico: Itamar Schulle.

BRASIL DE PELOTAS - Carlos Eduardo; Ricardo Luz, Leandro Camilo (Heverton), Bruno Aguiar e Ednei; Leandro Leite, Carlos Jatobá, Diogo Oliveira e Juba (Cristian); Branquinho (Murilo Rangel) e Rafael Grampola. Técnico: Bolívar.

GOLS - Júnior Todinho, aos 26, e Diogo Oliveira, aos 35 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Leandro Bizzio Marinho (SP).

CARTÕES AMARELOS - Rincon (Cuiabá); Ednei (Brasil).

RENDA - R$ 77.025,00.

PÚBLICO - 5.201 pagantes.

LOCAL - Arena Pantanal, em Cuiabá (MT).

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade