2 eventos ao vivo

Cruzeiro busca vitória sobre o Huracán para avançar na Libertadores

Time de Mano Menezes é o único que ainda está 100% dentre os times brasileiros no torneio

10 abr 2019
10h11
atualizado às 10h11
  • separator
  • 0
  • comentários

Com 100% de aproveitamento na Copa Libertadores, o Cruzeiro chega à quarta rodada da fase de grupos em busca de uma vitória para garantir a classificação às oitavas de final. O duelo que pode confirmar a vaga será contra o Huracán, às 19h15 desta quarta-feira, no Mineirão. Os dois se enfrentaram na estreia e a equipe mineira levou a melhor com o triunfo por 1 a 0, em Buenos Aires, na Argentina.

Em grande fase, o time do técnico Mano Menezes é o líder do Grupo B, com nove pontos somados, cinco a mais do que o segundo colocado, o Deportivo Lara, da Venezuela. O Emelec, do Equador, aparece em terceiro, com dois, e o Huracán em quarto, com apenas um.

Diante deste cenário, existe a possibilidade de que os cruzeirenses assegurem também a liderança da chave já nesta rodada. Isso acontecerá caso o Emelec vença ou ao menos empate com o Deportivo Lara na quinta-feira, quando os dois se enfrentam no Equador.

O último treino do Cruzeiro antes do compromisso foi envolto em mistério, uma vez que Mano Menezes não permitiu a entrada da imprensa nem durante o aquecimento dos atletas. O certo é que a decisão dele para definir a escalação passará pelo condicionamento físico dos jogadores, com boa chance de alguns serem poupados. Isso porque no domingo o time começa a decidir o título mineiro contra o Atlético, no Mineirão.

Entre os nomes cotados para serem preservados pelo treinador estão os zagueiros Dedé e Léo, o meio-campista Robinho e o atacante Fred. Sem lesões ou suspensões, Mano só não pode utilizar o recém-contratado Pedro Rocha, que terá condições de ser inscrito apenas nas oitavas de final da Libertadores.

Já o Huracán está em crise. Além de ter somado apenas um ponto na Libertadores, o time perdeu oito das 14 últimas partidas que disputou. Isso em meio a um ambiente tumultuado nos bastidores, com a decisão do Comitê de Disciplina do Campeonato Argentino de punir o clube em razão de pagamento dos salários ao elenco. O clube recorreu, mas pode perder seis pontos na competição nacional, além de ser proibido de contratar novos jogadores.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade