1 evento ao vivo

Coritiba vence a Chapecoense e confirma reação no Brasileiro

6 ago 2017
18h03
atualizado às 18h24
  • separator
  • comentários

O Coritiba confirmou sua reação no Campeonato Brasileiro e as pazes com o torcedor ao vencer a Chapecoense por 2 a 0, com o Couto Periera recebendo um bom público. Com o resultado, o Coxa chegou aos 25 pontos, na 9ª colocação. Já a Chape, com 22 pontos, na 15ª colocação, já se preocupa com a proximidade da ZR.

O Alviverde abriu o placar aos 21 minutos do primeiro tempo, com Alecsandro, que fez de cabeça seu primeiro gol com a camisa coxa-branca. Rildo, aos 43 minutos, ampliou a vantagem.

Na próxima rodada, o Coritiba volta a campo no sábado, quando encara o Atlético Goianiense, no estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia. Já a Chapecoense encara o Palmeiras, no domingo dia 20 de agosto, já que a partida diante do Corinthians foi adiada para o dia 23 de agosto.

O jogo - O Coritiba, que estreava seu novo uniforme remetendo às cores do exército brasileiro, começou a partida tentando impor seu ritmo. Aos cinco minutos, Rildo recebeu, abriu espaço e chutou forte, à esquerda da meta. Aos poucos a defesa da Chape se acertava e impedia o Alviverde de criar. Aos 12 minutos, sobra de bola para Galdezani, que desperdiçou na hora de cruzar.

O Coxa tentava pressionar até que, aos 21 minutos, Carleto cobrou falta na área e Alecsandro chegou a antes da marcação para desviar de cabeça e marcar o primeiro gol dele com a camisa coxa-branca, com direito a careta na comemoração. A Chape tentou responder, aos 26 minutos, com Seijas batendo da entrada da área, por cima da meta.

O jogo ficou mais corrido, mas as ações se concentravam no meio-campo. Aos 35 minutos, lançamento em profundidade para Arthur e a defesa do Coritiba apareceu para afastar e ceder escanteio. Aos 37 minutos, Seijas cobrou falta e isolou a bola. Porém, aos 43 minutos, RIldo partiu para a jogada individual, chegou próximo da área e soltou um petardo para marcar o segundo do Coritiba.

Para a etapa final, a Chapecoense voltou com Penilla no lugar de Luiz Antônio. O time catarinense assustou, aos dois minutos, com Penilla testando fraco, mas obrigando Márcio a tirar quase em cima da linha. O troco veio em cobrança de falta de Carleto, aos sete minutos, raspando o travessão. Aos 11 minutos, Arthur pegou de primeira na para e Wilson salvou com o pé.

Jogo voltou mais aberto depois do intervalo. Aos 21 minutos, cobrança de falta para Túlio de Melo, que ajeitou para a área e ninguém aproveitou. Recuo de bola para Wilson, aos 23 minutos, mas o goleiro saiu com categoria da meta, driblando com estilo. O ritmo caiu bastante, com as equipe já mostrando algum cansaço. Aos 32 minutos, Roberto lançou Penilla, que não alcançou.

Neto Berola fez a jogada individual pela ponta, aos 35 minutos, invadiu a área, mas preferiu cavar uma falta, não marcada. Boa chance para Penilla, aos 37 minutos, mas a finalização, de frente para a meta, foi horrível. Coxa no ataque, aos 41 minutos, mas Neto Berola errou o levantamento, já dentro da área catarinense. Segunda vitória de Marcelo Oliveira após seu retorno, a primeira no Alto da Glória.

CORITIBA 2 X 0 CHAPECOENSE

Local: Estádio Major Antônio Couto Pereira, em Curitiba (PR)

Data: 06 de agosto de 2017

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO)

Assistentes: Bruno Raphael Pires (Fifa-GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)

Cartões amarelos :

Gols

CORITIBA: Alecsandro, aos 21 minutos e Rildo, aos 43 minutos do primeiro tempo

CORITIBA: Wilson; Léo, Márcio, Luizão e William Matheus; Alan Santos, Jonas, Matheus Galdezani (João Paulo) e Carleto (Neto Berola); Rildo (Filigrana) e Alecsandro

Técnico : Marcelo Oliveira

CHAPECOENSE: Jandrei; Roberto, Fabrício Bruno, Douglas Grolli e Diego Renan; Andrei Girotto, Lucas Marques, Julio Cesar (Tulio de Melo) e Seijas (Fernando Guerrero); Arthur e Luiz Antônio

Técnico: Vinicius Eutrópio

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade