5 eventos ao vivo

Corinthians utilizará titulares somente no primeiro tempo do amistoso com Botafogo

Preparador físico explicou como comissão técnica o time entrará em campo nos jogos da intertemporada

24 jun 2019
16h44
  • separator
  • 0
  • comentários

O elenco do Corinthians retornou nesta segunda-feira aos treinos após nove dias de descanso. Os jogadores realizaram testes físicos pela manhã na academia e depois foram ao campo. O preparador físico, Walmir Cruz, concedeu entrevista coletiva e elogiou a preocupação dos atletas em treinar por conta própria nos últimos dias.

"As pessoas ligam para a gente: 'professor posso fazer isso, posso fazer aquilo?'. Deu para dar uma descansada boa e voltar ao trabalho com tudo", disse. A comissão técnico do clube preparou uma cartilha com sugestões de treino durante as férias.

"Tiveram alguns que me procuraram mais: o Regis, o Jadson falei bastante, o Ralf e o Vagner Love", informou. "Essa cartilha tinha dois aspectos. Para quem vinha jogando e quem não estava. Tinha sugestão de musculação e trabalho aeróbico de intensidade baixa para recuperar a musculatura", afirmou.

"A grande maioria seguiu e isso é muito legal porque mostra o profissionalismo que todos têm. Voltaram em condição legal. Fizemos avaliações no laboratório e no campo. Agora à tarde vamos ver os resultados. No aspecto geral foi muito bom", complementou.

O Corinthians volta a campo no Campeonato Brasileiro apenas em 14 de julho, quando receberá o CSA em Itaquera pela décima rodada. Antes disso, tem dois amistosos marcados e um terceiro que deve ser confirmado nos próximos dias. No sábado, o time de Fábio Carille enfrentará o Botafogo, em Ribeirão Preto. No dia 4 de julho jogará contra o Vila Nova, em Goiânia. O outro duelo deve ser contra o Londrina no dia 7, em Maringá.

"Contra o Botafogo vamos utilizar duas equipes, uma em cada tempo. Com o Vila Nova a ideia é deixar o pessoal que vem jogando um pouco mais. Contra o Londrina é um jogo que deve acontecer às 11h. Vamos aguardar a confirmação para dar continuidade. Se acontecer devermos utilizá-lo para ser o mais próximo de um jogo possível", informou Milton Cruz.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade