1 evento ao vivo

Corinthians busca vitória contra o Flu para ser o "primeiro" hepta

14 nov 2017
20h03
atualizado em 15/11/2017 às 10h45
  • separator
  • comentários

O Corinthians pode, enfim, sagrar-se campeão brasileiro na noite desta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), contra o Fluminense, no estádio de Itaquera. Líder desde a quinta rodada, o Alvinegro precisa de uma vitória simples sobre os cariocas para ficar inalcançável a Grêmio e Palmeiras, seus últimos perseguidores, tornando-se o "primeiro" time a celebrar o heptacampeonato do torneio.

A diferenciação com relação aos rivais Santos e Palmeiras, donos de oito e nove troféus, respectivamente, se dá pelo fato de ambos não terem chegado a celebrar um sétimo título em algum momento. Santistas eram considerados bicampeões e palmeirenses tetra até a unificação dos títulos promovida pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), no final de 2010, somando às conquistas iniciadas em 1971 as láureas da Taça Brasil e do Torneio Roberto Gomes Pedrosa, o Robertão, disputados entre 1959 e 1970.

Dessa forma, tanto alvinegros da Baixada (de dois para oito) quanto alviverdes (de quatro para oito, depois nove) pularam o sete, diferentemente dos corintianos. Campeão nacional pela primeira vez em 1990, o time pode chegar à incrível sétima conquista desde então, coroando um grupo de atletas desacreditado no começo do ano, sob a batuta do até então auxiliar Fábio Carille, um estreante na função de técnico de futebol.

Caso consiga vencer os cariocas, o Timão no mínimo manteria os dez pontos de vantagem sobre o vice Grêmio e os 11 sobre o Palmeiras, terceiro, com nove restando em disputa. "Quando ouvi a torcida gritando que era campeão quase que eu parei para pedir calma. Começou a sair lágrima do meu olho, por tudo o que passamos, mas ainda falta uma missão muito difícil", disse o volante Gabriel, confirmado entre os titulares para a partida assim como o centroavante Jô, que volta após cumprir suspensão no último triunfo corintiano, o 1 a 0 sobre o Avaí.

As únicas ausências para o comandante, por sinal, serão o goleiro Cássio, que deve chegar a tempo de acompanhar o jogo, mas não terá condições de atuar pela longa viagem que fará de Londres, onde está com a Seleção Brasileira, a São Paulo, e o zagueiro Balbuena, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Caíque França e Pedro Henrique, dois jovens das categorias de base, serão os substitutos. No meio-campo, Jadson pode retomar a vaga perdida para Clayson, que caiu de produção nos últimos jogos.

Do outro lado, na busca para se livrar de vez do rebaixamento e entrar na briga por uma vaga à Libertadores da América de 2018, o técnico do Fluminense, Abel Braga, colocou na cabeça dos seus jogadores que é preciso corrigir os erros do passado. Vindo de uma derrota por 3 a 1 para o Cruzeiro, ele não quer os cariocas abatidos em campo

"Para voltarmos a vencer temos que corrigir alguns erros, como os vistos contra o Cruzeiro. Perdemos naquela ocasião chances de ampliar, permitimos a virada e deixamos eles controlarem a partida. Depois ficamos sem palavras quando o jogo acabou. Mas temos condições de fazermos um bom jogo nesta quarta-feira e conquistarmos um bom resultado", disse o zagueiro Henrique, um dos líderes do elenco.

O Fluminense terá mudanças para este jogo. O zagueiro Renato Chaves cumpre suspensão por ter sido advertido com o terceiro cartão amarelo contra o Cruzeiro. Expulso no mesmo jogo, o lateral esquerdo Marlon fica de fora. Assim, Nogueira vai compor a zaga com Henrique e Léo ganha nova chance na lateral. O meia equatoriano Júnior Sornoza e o atacante Henrique Dourado, que cumpriram suspensão em Minas Gerais, reaparecem nos lugares de Wendel e Pedro, respectivamente.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS X FLUMINENSE

Local: estádio de Itaquera, em São Paulo (SP)

Data: 15 de novembro de 2017, quarta-feira

Horário: 21h45 (de Brasília)

Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC)

Assistentes: Kléber Lucio Gil e Neuza Ines Back (ambos de SC)

CORINTHIANS: Caíque; Fagner, Pedro Henrique, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel, Camacho, Romero, Rodriguinho e Clayson (Jadson); Jô

Técnico: Fábio Carille

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Lucas, Nogueira, Henrique e Léo; Marlon Freitas, Douglas, Júnior Sornoza e Gustavo Scarpa; Marcos Júnior e Henrique Dourado

Técnico: Abel Braga

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade