0

Pênaltis do Corinthians: Gustagol pediu para bater e Vital foi avisado

28 fev 2019
00h54
atualizado às 00h54
  • separator
  • 0
  • comentários

Gustagol não conseguiu balançar as redes nessa quarta-feira, mas nem por isso deixou de ser uma peça importante para o Corinthians na classificação à segunda fase da Copa Sul-Americana, dentro de El Cilindro, em Avellaneda, sobre o Racing.

"Eu pedi para bater o primeiro pênalti. Estava treinando bem, e nessas horas tem que chamar a responsabilidade", revelou o camisa 19 em entrevista após o triunfo corintiano conquistado diante da marca da cal.

Mateus Vital foi outro que não temeu o momento. O jovem meia foi colocado em campo por Fábio Carille aos 43 minutos do segundo tempo já ciente de que teria a missão de encarar o goleiro Arias.

"Carille já tinha falado para mim que eu ia bater o pênalti. Eu treino, né, para chegar em um momento desse e ajudar a equipe", contou Vital, dando de ombros para a opção do Racing em poupar a maioria de seus titulares.

"Eles têm uma proposta de jogo bem convicta. A troca de jogadores não ia mudar muito. Carille mostrou bem em vídeo, já vínhamos com isso na mente. A proposta deles foi a mesma", afirmou. "Nosso objetivo foi alcançado. Isso é o mais importante".

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade