0

Vasco perde para o São Carlos e está fora da Copa SP

12 jan 2017
23h21
atualizado em 13/1/2017 às 08h27
  • separator
  • comentários

O sonho do Vasco de conquistar o segundo título da Copa São Paulo de Futebol Júnior foi desfeito na noite desta quinta-feira, no estádio Luisão. O time de São Januário foi derrotado pelo São Carlos por 1 a 0 e está eliminado da competição. O resultado fez a equipe paulista garantir a classificação para as oitavas de final do torneio.

O resultado fez justiça ao desempenho das duas equipes. O São Carlos sempre se mostrou mais organizado diante de um Vasco inseguro no sistema defensivo e pouco produtivo no ataque. O único gol do jogo foi marcado por Léo Machado, no segundo tempo.

Jogadores do São Carlos comemoram a classificação para a fase de oitavas de final
Jogadores do São Carlos comemoram a classificação para a fase de oitavas de final
Foto: Rovanir Frias/SCFC

O jogo - O primeiro momento de perigo foi criado pelo São Carlos, logo aos cinco minutos. Após cobrança de escanteio, Carlos Alexandre subiu mais do que a zaga carioca e cabeceou com muito perigo. O time paulista mostrava mais organização ofensiva e pressionava em busca do primeiro gol, enquanto o Vasco encontrava dificuldades para sair da forte marcação imposta pelo adversário.

A equipe de São Januário apareceu pela primeira vez na área paulista aos 11 minutos. Após cobrança de escanteio, o goleiro Kelvin rebateu e Paulo Victor tentou completar para o gol, mas não teve sucesso.

Aos 15 minutos, o São Carlos criou outra boa chance. Caio Silva se livrou de dois marcadores e cruzou para Eduardo, que chutou rasteiro, mas Richard conseguiu evitar o gol.

O jogo caiu de ritmo e só voltou a ficar movimentado aos 29 minutos. Elias cruzou para Robinho. O atacante cruz-maltino chutou e o goleiro fez grande defesa. Depois desse lance, a equipe de São Januário passou a mandar na partida e quase marcou aos 36, em finalização de João Victor, mas Kelvin fez excelente defesa.

Aos 44 minutos, o Vasco voltou a ameaçar. Em cobrança de falta na entrada da área, João Victor acertou o travessão, no último lance importante do primeiro tempo.

O segundo tempo começou equilibrado com as duas equipes se alternando em jogadas de ataque. Aos nove, o São Carlos marcou o gol. Depois de levantamento na área, Léo Machado subiu mais do que a zaga e cabeceou sem chances para o goleiro João Pedro. Logo depois do gol, a partida foi interrompida porque a torcida do time paulista fez uso de sinalizadores.

Em desvantagem, o técnico Vasco decidiu fazer substituições para tornar a equipe mais ofensiva e em condições de buscar a igualdade, mas foi o São Carlos quem esteve perto de ampliar em conclusão de Caio Silva. Logo depois, Nenê foi lançado na área e bateu cruzado, dando grande susto na torcida do Vasco.

Apesar das mudanças, o Vasco seguiu enfrentando dificuldades para chegar na área paulista porque a marcação do São Carlos impedia que os atacantes cruz-maltinos tivessem liberdade para concluir.

Nos acréscimos, o Vasco quase empatou. Após falha do goleiro Kelvin, a bola caiu nos pés de Paulo Victor, que chutou forte, mas a bola bateu na zaga e encobriu o travessão, encerrando qualquer esperança do Vasco de conseguir mudar a sorte do jogo.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade