2 eventos ao vivo

Vitória supera América-RN; Salgueiro vence o Moto Club

18 fev 2015
22h11
atualizado às 22h44
  • separator
  • comentários

Dois duelos agitaram o futebol nordestino na noite desta quarta-feira, pela 3ª rodada da Copa do Nordeste. No Barradão, em Salvador-BA, o Vitória venceu o América-RN por 2 a 1 em partida emocionante, com direito pênalti, convertido por Jorge Wagner, e explusão, de Maguinho, que cometeu a penalidade. Já em Pernambuco, o Salgueiro fez a lição de casa e venceu o Moto Club-MA por 3 a 0.

Os resultados desta quarta-feira acirraram ainda mais a classificação do Nordestão, como é conhecida localmente a Copa do Nordeste. No grupo A, o Vitória foi a seis pontos e se igualou ao líder América-RN. O Leão, no entanto, tem menor saldo de gols e fica na vice-liderança. Já no grupo C, após o triunfo em casa, o Salgueiro foi a cinco pontos, ultrapassou o Moto Club na tabela e assumiu a liderança. A equipe do Maranhão fica na 2ª posição, com quatro pontos.

Duelo movimentado em Salvador

A partida começou agitada no Barradão. Logo no primeiro minuto, o atacante Max recebeu passe da direita e saiu na cara do gol mandante, mas furou e perdeu a chance de abrir o placar para o América. O Vitória respondeu no minuto seguinte, quando Rogério cabeceou após bom cruzamento na área, mas a bola ficou nas mãos do goleiro Busatto.

Na sequência, começou a se desenhar uma superioridade do Vitória no jogo. Os donos da casa trocavam mais passes e, aos seis minutos, Neto Baiano recebeu passe em boa posição e tentou encobrir Busatto, que conseguiu fazer a defesa. Aos 14 minutos, após cobrança de falta na área, Ednei desviou de cabeça, a bola bateu no joelho do zagueiro Zé Antônio Potiguar e morreu no fundo da rede: gol contra, 1 a 0 para o Leão.

Os visitantes quase chegaram ao empate aos 29 minutos. Após boa enfiada de Max para Thiago Potiguar, o atacante deslocou o goleiro, mas acabou acertando a trave esquerda do Vitória. Pouco antes do intervalo, foi a vez do América levar o susto. Aos 43, Rogério recebeu bom cruzamento de Nino e cabeceou com firmeza, forçando boa defesa de Bosatto.

As duas equipes fizeram alterações no intervalo. No Leão, Neto Baiano saiu para a entrada de Elton. No América, o atacante Alekito entrou no lugar do lateral Magalhães. Logo no início da segunda etapa, os visitantes chegaram ao gol de empate. No primeiro minuto de bola rolando, Thiago Potiguar aproveitou rebote da zaga mandante após cruzamento de Max e tocou para o fundo das redes para igualar o marcador.

Aos quatro minutos, o América quase virou. Max recebeu livre na frente do goleiro e forçou boa saída de Fernando para salvar o Vitória. A partida seguiu equilibrada, e, aos 11, os mandantes quase retomaram a vantagem no placar em chute de fora da área de José Welison, que saiu pela linha de fundo. Aos 16, ambos os treinadores voltaram a promover mudanças. No Leão, o meia Escudero entrou no lugar do atacante Rogério. No Mecão, o atacante Emerson assumiu o posto do meia Cascata.

O momento crítico da segunda etapa aconteceu aos 21 minutos. Ao derrubar Elton na área, o meio-campista Maguinho cometeu pênalti e recebeu o segundo cartão amarelo, que culminou em sua expulsão da partida. Jorge Wagner cobrou bem a penalidade e recolocou o Vitória em vantagem no jogo.

O gol sofrido não desanimou os visitantes, que passaram a buscar o empate. Aos 33 minutos, Max invadiu a área, tocou por cima do goleiro Fernando e acertou o travessão. O Mecão manteve a pressão e, aos 43 minutos, o arqueiro Busatto foi à área do Vitória para tentar cabecear em cruzamento de falta, mas o juiz interrompeu o lance e marcou falta. Aos 46, Busatto subiu novamente ao setor ofensivo para tentar o gol de empate, mas Walber cobrou mal a falta, a bola saiu e o juiz encerrou a partida no Barradão.

Jogando em casa, Salgueiro supera o Moto Club com facilidade

Atuando na cidade de Salgueiro-PE, os donos da casa venceram o Moto Club-MA por 3 a 0, sem muitas dificuldades. Os gols da partida foram marcados por Vitor Caicó, no primeiro tempo, e Paulo Júnior, duas vezes, no segundo tempo. Pelo lado visitante, o meia Gabriel foi expulso aos 28 minutos da etapa complementar.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade