PUBLICIDADE

Brasil vence a Itália e conquista o tetra da Copa do Mundo de beach tennis

11 out 2021 11h56
| atualizado às 12h17
ver comentários
Publicidade

O Brasil escreveu mais uma página vitoriosa na história do beach tennis. Neste domingo, a equipe verde e amarela conquistou o tetracampeonato da Copa do Mundo da modalidade. Com os quatro títulos, os brasileiros igualaram o número de conquistas da Itália, justamente a adversária na decisão disputada em Copacabana, no Rio de Janeiro.

Em confrontos contra seis países ao longo da campanha, o time dirigido pelo italiano Alex Mingozzi não perdeu nenhuma partida. Na fase de classificação superou México, Venezuela e Alemanha por 3 a 0. Depois, passou pelo Chile (3 a 0), Rússia (2 a 0) e na final ganhou da Itália por 2 a 0, com as vitórias nas duplas femininas e masculinas.

O time feminino do Brasil foi o primeiro a entrar em quadra. Se de um lado as italianas contavam com a número 1 do mundo, Giulia Gasparri, e a parceira Ninny Valentini (7ª), do outro as anfitriãs Rafaella Miiller (2ª) e Marcela Vita (12ª) mostraram que tinham o apoio da torcida, que encarou a chuva do início ao fim do jogo e não parou de incentivar. Foi com essa energia que a dupla brasileira encaminhou o triunfo com tranquilidade por duplo 6/3, superando as adversárias que haviam sido derrotadas apenas duas vezes em 32 partidas neste ano.

Delegação brasileira comemora título mundial do Beach Tennis.

"É muita emoção. Temos uma equipe muito forte e unida. Somado a isso, jogamos aqui em casa, com essa torcida maravilhosa, que trouxe uma energia diferente. Estou muito emocionada e feliz pelo que fizemos", comemora Rafaella Miiller. 

Jogando com o favoritismo a favor no jogo das duplas masculinas, André Baran (6º) e Vini Font (8º) não decepcionaram. Apesar de bastante equilibrada, os donos da casa foram mais cirúrgicos nos pontos cruciais da partida e fecharam o duelo em duplo 7/5, levando a torcida ao êxtase no Rio de Janeiro. 

"A gente merece demais esse momento, somos campeões de novo. Sou grato a toda a nossa equipe e a todos os brasileiros. Com chuva ou com sol, eles torceram demais e deram aquele algo a mais para nós nos momentos decisivos", celebra Baran.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade