0
Logo do Copa do Brasil
Foto: terra

Copa do Brasil

Tiago Nunes tem quebra-cabeça para montar Athletico antes de decisão

2 set 2019
17h39
atualizado às 17h39
  • separator
  • 0
  • comentários

Tiago Nunes vem reclamando da falta de opções no elenco do Athletico. (Foto: Reprodução/ Instagram Athletico Paranaense)

O Athletico-PR tem seu jogo mais importante na temporada 2019, na próxima quarta-feira, às 19h. Depois de perder o jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil para o Grêmio por 2 a 0, o Furacão terá 90 minutos, diante de seu torcedor, para tentar reverter a vantagem gaúcha.

Tiago Nunes, porém, não terá vida fácil. O treinador não terá dez jogadores à disposição para a decisão. O setor defensivo é o mais afetado

Léo Pereira está suspenso por ter levado o terceiro cartão amarelo na primeira partida. Seu companheiro,Pedro Henrique, por já ter atuado com a camisa do Corinthians na competição, também não está disponível.

O lateral-direito Madson e o meia-atacante Thonny Anderson estão emprestados ao time paranaense justamente pelo Grêmio, e por questões contratuais não podem atuar.

Os laterais-esquerdo Adriano e Abner Vinícius, recém-contratados, chegaram depois do período de inscrição na fase semifinal da competição e não estão regularizados para participar dessa etapa. É o mesmo caso do meia-atacante Everton Felipe.

Jonathan, lateral-direito titular, já ficou fora das últimas quatro partidas. O camisa 2 está no processo final de recuperação de uma lesão e não deve estar em condição de jogo a tempo. O garoto Khellven deve aparecer entre os 11 iniciais.

Primeiro opção do banco para o setor ofensivo, Bruno Nazário passou por uma cirurgia no joelho e deve voltar aos gramados em pelo menos dois meses.

Thiago Heleno e Camacho, ambos punidos por doping pela Conmebol, seguem em suspensão e só estarão aptos em novembro.

O Rubro-Negro terá que vencer por três gols para sair com a vaga na decisão.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade