PUBLICIDADE

São Paulo volta a vencer o Vasco e avança às quartas de final da Copa do Brasil

4 ago 2021 23h49
ver comentários
Publicidade

O São Paulo está nas quartas de final da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira o time comandado por Hernán Crespo visitou o Vasco da Gama, em São Januário, pelo jogo de volta das oitavas de final da competição e não teve dificuldades para conquistar uma nova vitória, desta vez por 2 a 1, gols de Rigoni e Benítez.

Vindo de um polêmico empate sem gols com o Palmeiras, no último sábado, o São Paulo voltou a ter o VAR como um dos protagonistas da partida nesta quarta-feira. No primeiro tempo, a tecnologia anulou um gol do Vasco e ajudou o árbitro Anderson Daronco a expulsar Léo Jabá, fato que contribuiu para o Tricolor construir o placar.

Agora, Hernán Crespo e seus comandados aguardam o sorteio para descobrir quem será o próximo adversário na Copa do Brasil. A definição dos confrontos das quartas de final da competição acontece em evento marcado para a próxima sexta-feira, dia 6 de agosto, Às 15h (de Brasília), na sede da CBF.

O jogo - O São Paulo foi quem levou perigo primeiro. Logo aos quatro minutos, Reinaldo soltou a bomba pela esquerda, cruzado. A bola ainda quicou na frente de Vanderlei, que conseguiu espalmar. O Vasco respondeu dez minutos depois em cruzamento para Germán Cano. Tiago Volpi saiu para afastar, mas se atrapalhou. Por sorte, a zaga tricolor estava bem posicionada para afastar.

O Tricolor seguiu afiado e aos 20 minutos esteve muito próximo de abrir o placar. Em cobrança de escanteio de Reinaldo, Léo cabeceou no primeiro pau, e Vanderlei fez grande defesa. No rebote, Bruno Alves completou de barriga, carimbando a trave.

Com tantas ameaças sofridas, o Vasco acordou. Aos 21, Cano tabelou com Juninho, invadiu a área e bateu cruzado, estufando as redes. Porém, o árbitro Anderson Daronco marcou toque de mão de Juninho ao dominar a bola. Após revisar o lance com o auxílio do VAR, o juiz manteve sua decisão, levando os donos da casa à loucura.

A situação ficou ainda mais complicada para o Vasco aos 33. Léo Jabá acabou solando Reinaldo ao tentar chutar a bola e inicialmente recebeu cartão amarelo. Entretanto, após nova intervenção do VAR, Daronco expulsou o lateral vascaíno.

Com um homem a mais em campo, o Tricolor teve caminho livro para, enfim, balançar as redes e ficar em situação ainda mais confortável no confronto. Aos 42 minutos, Orejuela cruzou na cabeça de Rigoni, que testou firme para abrir o placar em São Januário.

Segundo tempo

Logo aos quatro minutos do segundo tempo o São Paulo acabou sacramentando a classificação para as quartas de final com Benítez. O meia argentino recebeu de Pablo na entrada da área e bateu firme, contando com o desvio na zaga adversária antes de morrer no fundo das redes, "matando" o goleiro Vanderlei.

Aos 13 minutos o Tricolor teve ótima chance para ampliar com Pablo, que recebeu cruzamento rasteiro de Reinaldo e tentou completar de chaleira, já que havia passado da linha da bola, mas mandou para fora. Pouco depois, William, que havia entrado no lugar de Talles, voltou a sentir o joelho que já havia o tirado de ação desde a terceira fase da Copa do Brasil e deixou o campo chorando, aumentando ainda mais a pressão sobre o departamento médico tricolor.

Com diversas mudanças na equipe, o Vasco conseguiu descontar aos 24 minutos. Zeca tabelou com Sarrafiore e tocou na saída de Tiago Volpi, que espalmou, mas viu a bola bater nas pernas de Liziero e entrar no gol. Só que a reação dos donos da casa durou pouco. Alguns minutos depois, Leandro Castán derrubou Vitor Bueno quando já não havia mais ninguém no caminho do atacante tricolor e acabou sendo expulso pela arbitragem.

Daí em diante coube ao São Paulo, com dois homens a mais em campo, apenas administrar a vantagem e esperar o apito final para confirmar sua classificação às quartas de final da Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA

VASCO DA GAMA 1 X 2 SÃO PAULO  

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 4 de agosto de 2021, quarta-feira

Horário: 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)

Assistentes: Rafael da Silva Alves (Fifa-RS) e Michael Stanislau (RS)

VAR: Daniel Nobre Bins (RS)

Gol: Rigoni, aos 42 do 1ºT, Benítez, aos 4 do 2ºT (São Paulo); Liziero (contra), aos 24 do 2ºT (Vasco)

Cartão vermelho: Léo Jabá e Leandro Castán (Vasco)

Cartões amarelos: Talles (São Paulo); Lisca (Vasco)

VASCO: Vanderlei; Miranda, Ernando (Léo Matos) e Leandro Castán; Léo Jabá, Juninho (Cayo Tenório), Bruno Gomes (Rômulo), Marquinhos Gabriel e Zeca; Morato (Galarza) e Cano (Sarrafiore).

Técnico: Lisca.

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Bruno Alves, Miranda (Rodrigo Freitas) e Léo; Orejuela, Luan (Nestor), Talles (William) (Liziero), Benítez e Reinaldo; Rigoni (Vitor Bueno) e Pablo.

Técnico: Hernán Crespo.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade