0

Reforço japonês vê jogo no Pacaembu e Felipão fala em 'ponte'

16 ago 2018
23h26
  • separator
  • 0
  • comentários

O Palmeiras teve um legítimo torcedor japonês no Pacaembu nesta quinta-feira. Recém-contratado pelo Verdão, Daiju Sasaki esteve no estádio municipal e acompanhou da arquibancada a vitória por 1 a 0 sobre o Bahia.

"É um menino que chegou para as categorias de base e será observado por mim, porque, como vocês estão vendo, alguns jogadores da categoria de base treinam todo dia conosco. Papagaio estava no banco, o Vitinho, o Pedrão hoje não ficou no banco, mas estava aí", afirmou Felipão após o duelo.

A contratação de Daiju Sassaki se deve não apenas ao potencial futebolístico do atleta, mas à intenção de criar uma ponte entre o dono do Vissel Kobe, seu ex-clube, e o Palmeiras. O bilionário Hiroshi Mikitani, além de ser o proprietário da equipe japonesa, detém a marca Kakuten Inc., uma das maiores empresas de internet services do mundo e a maior do japão.

"Um jogador que é jovem, já jogou no Vissel Kobe na equipe principal, tem qualidade, e nós temos que pensar mundialmente, temos investidores no mundo todo, temos que saber como captar esses investimentos para o Palmeiras, e nisso eu garanto pra vocês que o Alexandre (Mattos, diretor de futebol) é inteligentíssimo. Ao trazer esse menino, ele traz alguma identidade com o Vissel Kobe, sabendo que eu tenho alguma intimidade com o pessoal no Japão, para quem sabe talvez a gente possa no futuro ter alguma ponte", completou.

O duelo pela Copa do Brasil não foi o único que Sasaki acompanhou nesta quinta-feira. Mais cedo, o japonês esteve no estádio Novelli Júnior, em Itu, onde viu de perto o empate do time sub-20 da equipe com o Corinthians.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade