0
Logo do Copa do Brasil
Foto: terra

Copa do Brasil

Luan reconhece erro por expulsão e pede desculpas ao "amigo Diego Souza"

1 mar 2021
00h42
atualizado às 02h33
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Expulso no segundo tempo, Luan dificultou a vida do Palmeiras no confronto com o Grêmio, disputado na noite deste domingo. Após o triunfo alcançado em Porto Alegre na primeira final da Copa do Brasil, o zagueiro usou seu perfil no Instagram para pedir desculpas.

Aos 18 minutos da etapa complementar, com o Palmeiras em vantagem no marcador e superior ao Grêmio, Luan tinha a bola dominada perto da linha de fundo. Diante da aproximação de Diego Souza, ele desferiu uma cotovelada e acabou expulso, enquanto o gremista ficou com o rosto ensanguentado.

"Reitero aqui minhas sinceras desculpas ao meu amigo Diego Souza, como já fiz pessoalmente. Às vezes, dentro de campo, acontecem coisas inexplicáveis e reconheço meu erro. Também peço desculpas e agradeço aos meus companheiros, comissão técnica e torcida do Palmeiras", escreveu Luan.

Com um homem a mais em campo, após as entradas de Churin e Ferreira, o Grêmio aumentou seu volume de jogo e ficou limitado aos cruzamentos. Sem centroavante desde a substituição de Luiz Adriano, o Palmeiras acabou acuado na defesa, mas conseguiu se defender com sucesso.

Com o resultado em Porto Alegre, o Palmeiras garante o título com um empate na segunda final, enquanto vitória simples do Grêmio leva aos pênaltis - na Copa do Brasil, não há gol qualificado. O confronto decisivo está marcado para as 18 horas (de Brasília) de domingo, no Allianz Parque.

Antes, porém, o Palmeiras tem compromisso pela segunda rodada do Campeonato Paulista. Às 19 horas desta quarta-feira, com um time reserva e possivelmente o próprio Luan, a equipe de Abel Ferreira entra em campo para enfrentar o arquirrival Corinthians, na Neo Química Arena.

Veja também:

Relembre todas as sedes e edições dos Jogos Olímpicos de Verão
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade