0

Júnior Urso exalta Carille e reconhece que o Corinthians precisa evoluir

22 abr 2019
17h02
atualizado às 17h02
  • separator
  • 0
  • comentários

A tarde desta segunda-feira no CT Joaquim Grava foi marcada pela reapresentação do Corinthians, depois de conquistar o tricampeonato Paulista, ao bater o São Paulo por 2 a 1, em Itaquera. O clima era de total alegria, e o sorriso no rosto era notável entre os jogadores. Júnior Urso, recém-chegado, mas bem adaptado fez questão de exaltar o técnico Fábio Carille. Na opinião do volante, o treinador é o melhor do Brasil na atualidade.

"Só tenho a agradecer, é a principal figura. Ele me telefonou, disse que contava comigo. Fico feliz de tê-lo como meu treinador, é um dos melhores do Brasil, senão o melhor. Estou contente de poder ter a oportunidade de trabalhar com ele", afirmou o volante.

Apesar da conquista, o Timão continua sendo criticado. Isso porque a equipe fez um jogo abaixo contra o Santos, no Pacaembu, e correu o risco de ser eliminado do Campeonato Paulista. Sabendo que a oscilação existe no Alvinegro de Parque São Jorge, Urso admitiu que a equipe precisa evoluir ao longo do ano.

"A gente não está apresentando o melhor. Precisamos reconhecer que precisa melhorar muito e fazer o futebol que o Corinthians merece. Estamos bem taticamente, marcando muito, mas o futebol não é só isso. Temos que nos impor, equilibrar entre a posse de bola e as finalizações para vencer as partidas confortavelmente", analisou.

Há quem diga que a taça não foi merecida pelo time dirigido por Carille. Apesar disso, Júnior Urso disse que o Todo-Poderoso mereceu se sagrar campeão. O grande mérito dessa equipe para o jogador, é a maturidade que o Alvinegro teve, especialmente nos momentos derradeiros do torneio.

"Nosso mérito é não desistir. Estávamos sendo apedrejados pelo estilo de jogo, por estarmos indo abaixo do que o Corinthians merece. Mas a equipe está de parabéns, foi a mais madura para vencer, fizemos um gol no fim contra o São Paulo, venceu o Santos nos pênaltis. Acho que mereceu sim, trabalhamos igual ou mais que as outras equipes", finalizou.

Agora, a preparação do Corinthians visa a Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, o Timão recebe a Chapecoense, pelo jogo de volta da quarta fase da competição. A partida será às 21h30 (horário de Brasília), na Arena em Itaquera. Para seguir, os comandados de Fábio Carille precisam vencer por pelo menos dois gols de diferença no tempo normal. Em caso de triunfo por 1 a 0 ou 2 a 1, a decisão irá para os pênaltis. Na ida, os catarinenses venceram pelo placar mínimo.

* Especial para a Gazeta Esportiva

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade