3 eventos ao vivo
Logo do Copa do Brasil
Foto: terra

Copa do Brasil

Chapecoense vence o Corinthians pela Copa do Brasil

Time alvinegro é derrotado por 1 a 0 em Chapecó no duelo de ida da quarta fase da Copa do Brasil

17 abr 2019
23h35
atualizado às 23h39
  • separator
  • 4
  • comentários

O Corinthians fez mais uma péssima apresentação, perdeu para a Chapecoense por 1 a 0 nesta quarta-feira, em Chapecó, e completou quatro jogos sem marcar gols. O resultado preocupa para o jogo de volta da Copa do Brasil, na próxima semana, e também para a decisão do Estadual com o São Paulo, domingo, em Itaquera.

De olho no clássico do final de semana, o técnico Fábio Carille fez sete mudanças na equipe em relação ao empate sem gols com o time tricolor. Só seguiram entre os titulares Henrique, Carlos Augusto, Ramiro Jadson. Mas os problemas enfrentados nos três jogos anteriores continuaram. O meio-campo não conseguia ficar com a bola. Vagner Love e Sornoza, que atuavam pelos lados, eram mais laterais do que atacantes.

Jogadores da Chapecoense comemoram o gol de Aylon em partida contra o Corinthians, válida pela quarta fase da Copa do Brasil 2019, na Arena Condá, em Chapecó (SC), na noite desta quarta-feira (17).
Jogadores da Chapecoense comemoram o gol de Aylon em partida contra o Corinthians, válida pela quarta fase da Copa do Brasil 2019, na Arena Condá, em Chapecó (SC), na noite desta quarta-feira (17).
Foto: MATHEUS SEBENELLO/AGIF / Estadão Conteúdo

O resultado disso foi que a Chapecoense tomou conta do primeiro tempo. Everaldo obrigou Walter a fazer duas boas defesas no início da partida. Na primeira, cabeceou e o goleiro corintiano pulou no canto direito. Na outra, mandou uma bomba da intermediária e o substituto de Cássio pegou no lado esquerdo.

O Corinthians continuava sem esboçar reação, recuado, preocupa em manter suas linhas defensivas. A Chapecoense aproveitou um cochilo da zaga adversária e abriu o placar. O volante Richard demorou para sair e fazer a linha de impedimento, Aylon se antecipou a Walter e, com a sola da chuteira, mandou para as redes.

Richard (D), do Corinthians, disputa lance com Márcio Araújo, da Chapecoense, durante partida válida pela quarta fase da Copa do Brasil 2019, na Arena Condá, em Chapecó (SC), na noite desta quarta-feira (17).
Richard (D), do Corinthians, disputa lance com Márcio Araújo, da Chapecoense, durante partida válida pela quarta fase da Copa do Brasil 2019, na Arena Condá, em Chapecó (SC), na noite desta quarta-feira (17).
Foto: RICARDO LUIS ARTIFON/AGIF / Estadão Conteúdo

Na etapa final, Gustavo Campanharo quase ampliou para o time da casa ao acertar o travessão de Walter. O time de Carille só foi dar o primeiro chute a gol aos 11 minutos do segundo tempo e graças a uma saída errada do zagueiro Gum. Ele deu de presente para Sornoza, que bateu, a bola desviou no caminho, e exigiu boa defesa de Vagner. O goleiro da Chapecoense, por sinal, machucou o joelho em uma saída de bola e deu lugar a Thiepo

A Chapecoense parecia satisfeita com o resultado e deu mais campo para o Corinthians. O time alvinegro ficava mais com a bola, mas também não tinha poder de finalização. O argentino Mauro Boselli não foi mal. Quando a bola chegava nele, conseguia tocar de lado, mas faltava alguém para devolver em condições de finalizar.

Vágner Love, do Corinthians, disputa lance com Márcio Araújo, da Chapecoense, durante partida válida pela quarta fase da Copa do Brasil 2019, na Arena Condá, em Chapecó (SC), na noite desta quarta-feira (17).
Vágner Love, do Corinthians, disputa lance com Márcio Araújo, da Chapecoense, durante partida válida pela quarta fase da Copa do Brasil 2019, na Arena Condá, em Chapecó (SC), na noite desta quarta-feira (17).
Foto: MATHEUS SEBENELLO/AGIF / Estadão Conteúdo

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENS 1 X 0 CORINTHIANS

CHAPECOENSE - Vagner (Thiepo), Eduardo, Gum, Douglas e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Elicarlos (Amaral) e Gustavo Campanharo; Régis (Augusto), Aylon e Everaldo. Técnico: Ney Franco.

CORINTHIANS - Walter; Michel Macedo, Marllon, Henrique e Carlos Augusto; Richard, Ramiro (Ralf) e Jadson (Clayson); Sornoza, Boselli e Vagner Love. Técnico: Fábio Carille.

GOL - Aylon, aos 33 do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Bruno Arleu de Araujo.

CARTÕES AMARELOS - Everaldo e Eduardo (Chapecoense); Ramiro e Michel Macedo (Corinthians).

PÚBLICO - 7.758 pagantes.

RENDA - R$ 245.810,00.

LOCAL - Arena Condá, em Chapecó (SC).

Estadão
  • separator
  • 4
  • comentários
publicidade