1 evento ao vivo
Logo do Copa do Brasil
Foto: terra

Copa do Brasil

Cléber garante joelho 100% e promete Santos forte em Belém

9 mai 2017
19h22
atualizado às 19h22
  • separator
  • comentários

Cléber custou 2 milhões de euros ao Santos, cerca de R$ 7,5 milhões, chegou com status de titular e visto como peça fundamental depois do elenco perder Gustavo Henrique e Luiz Felipe por lesão. O problema é que o zagueiro foi diagnosticado com um desequilíbrio no joelho esquerdo e tem precisado de trabalhos extras e específicos para reunir as condições ideais de jogar. Além disso, David Braz e Lucas Veríssimo ganharam a preferência de Dorival Júnior. Nessa quarta, contra o Paysandu, no entanto, Cléber será titular, já que Braz foi vetado em função de um estiramento na coxa, e fez questão de explicar que está 100%.

"A questão da lesão é passado, mas infelizmente aconteceram algumas coisas com meu joelho. Fisicamente estou também, estava um tempo sem jogar, mas estou melhor, com um ritmo melhor. Apesar que não estou gordinho, hein? Estou forte mesmo! Trabalhando bem. Sobre a questão de não jogar, opção do professor mesmo. Ele quer dar o tempo para quem está jogando, que estão bem. Respeito a todos", disse o zagueiro, logo após o treino da equipe no estádio do Curuzu, em Belém.

Quando questionado sobre a postura que o Santos terá no Mangueirão, a partir das 21h45 (horário de Brasília) dessa quarta, o beque garantiu seriedade total, apesar da boa vantagem construída na Vila Belmiro por 2 a 0, no duelo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

"A gente não muda, só muda a competição mesmo. Fora isso, o treino é o mesmo, a intensidade é a mesma e o pensamento é sempre ganhar. Sabemos que o resultado é difícil, mas não impossível. Viemos para fazer uma grande partida e sair com a vitória", contou, antes de minimizar a pressão que a torcida deve exercer, principalmente pelo embalo da equipe, recém campeã paraense.

"Sobre pressão, estamos bem acostumados. Dentro de campo e fora sabemos o que representa essa torcida maravilhosa. Agora é trabalhar com a pressão e fazer o nosso jogo. Que a festa continue, a festa Estadual, e que possamos sair com a nossa classificação", concluiu Cléber.

Assim, se nenhuma surpresa surgir até a noite dessa quarta, o Peixe deve entrar em campo com: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Cléber e Jean Mota; Renato, Thiago Maia e Lucas Lima; Vitor Bueno, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade