1 evento ao vivo
Logo do Copa do Brasil
Foto: terra

Copa do Brasil

Botafogo tenta abrir vantagem e espantar fantasma contra o Juventude

3 abr 2019
20h09
atualizado em 4/4/2019 às 08h48
  • separator
  • 0
  • comentários

A final da Copa do Brasil de 1999 até hoje é um pesadelo para o Botafogo. Naquele ano, o time decidiu o caneco com o Juventude, então uma zebra vinda do Rio Grande do Sul, e os gaúchos ganharam a ida, em Caxias do Sul por 2 a 1. Na volta, no Maracanã, com 107 mil torcedores presentes e recorde de público feminino em um estádio de futebol, o Glorioso não conseguiu furar a retranca rival e perdeu a taça com um empate em 0 a 0.

Nesta quinta-feira, quase 20 anos depois, os dois times se reencontram a partir das 21h30 (horário de Brasília), no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, pelo confronto de ida da terceira fase da Copa do Brasil. O Glorioso, que segue sem sentir o gostinho de conquistar o torneio, eliminou o Campinense-PB e o Cuiabá-MT nas fases anteriores. Já o Juventude despachou o Palmas-TO e o América-MG.

A Copa do Brasil é o foco de ambos. O Glorioso foi eliminado de forma precoce do Campeonato Carioca, sem sequer chegar às semifinais. O Ju caiu nas quartas de final do Campeonato Gaúcho, sofrendo com uma humilhante goleada de 6 a 0 para o Grêmio.

"A nossa equipe queria ter ido mais longe no Campeonato Carioca, pois entendemos que tínhamos potencial para brigar pelo título. Mas as coisas não saíram conforme o esperado e temos que manter o foco agora na Copa do Brasil, outra prioridade para esta temporada. O jogo contra o Juventude vai ser perigoso, mas temos que ter tranquilidade para buscarmos um resultado que nossa dê tranquilidade na volta", disse o técnico Zé Ricardo, já alertando para o fato de o duelo de volta entre as duas equipes, marcado para a próxima semana, ser no interior do Rio Grande do Sul.

Para conseguir este bom resultado, o Botafogo planeja furar a retranca dos gaúchos. "Pelo que analisamos até aqui, principalmente no Campeonato Gaúcho, e por aquilo que foi passado pela comissão técnica, não vamos ter um adversário disposto a se expor muito dentro de campo. O Juventude sabe que vai ter o jogo de volta em casa e vai procurar levar a decisão para o Rio Grande do Sul. Creio no adversário muito fechado e com jogadores rápidos pelas pontas, com um atacante que prende bem a bola", afirmou o zagueiro Gabriel.

Para este compromisso, o treinador vai poder contar com o goleiro Gatito Fernández. O jogador retornou aos trabalhos depois de servir à seleção paraguaia em amistosos internacionais de preparação para a Copa América de junho, que acontecerá no Brasil. O atleta não se queixou mais de dores nos dedos da mão direita e por isso mesmo será titular diante dos gaúchos. Assim, Diego Cavalieri, que vinha ocupando o posto, retorna ao banco de reservas.

Já o zagueiro Joel Carli terá que esperar um pouco mais para ir a campo. O argentino, que se recupera de uma cirurgia por conta de uma entorse no joelho direito, está ainda em fase final de transição entre o departamento médico e a preparação física. Ao que tudo indica será liberado apenas para a estreia no Campeonato Brasileiro, prevista para o dia 28 de abril contra o São Paulo, no Morumbi, na capital paulista.

Pelo lado dos cariocas, o técnico Marquinhos Santos acredita que sua equipe pode surpreender. "O Juventude desta temporada não é aquele que foi goleado pelo Grêmio no Gaúcho e o torcedor sabe disso. Precisamos de tranquilidade para que o nosso jogo possa fluir. O Botafogo é um adversário muito complicado e com certeza carrega o favoritismo. Mas a nossa equipe pode fazer dois grandes jogos e surpreender com a classificação. Esta é nossa meta", disse o comandante.

Para este jogo Marquinhos Santos vai promover a estreia do lateral-direito John Lennon, que já teve passagem rápida pelo Botafogo. Ele ocupará a vaga de Vidal. O restante do time respeitará a base que atuou no Gauchão.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO-RJ X JUVENTUDE-RS

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 4 de abril de 2019, quinta-feira

Horário: 21h30 (horário de Brasília)

Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)

Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Marcinho, Marcelo Benevenuto, Gabriel e Jonathan; Alex Santana, Cícero, Leonardo Valencia e Luiz Fernando; Erik e Diego Souza

Técnico: Zé Ricardo

JUVENTUDE: Marcelo Carné, John Lennon, Sidimar, Victor Salinas e Eltinho; Moisés Gaúcho, Rafael Jataí e Bruno Camilo; Dalberto, Paulo Sérgio e Braian Rodríguez

Técnico: Marquinhos Santos

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade