2 eventos ao vivo
Logo do Copa do Brasil
Foto: terra

Copa do Brasil

Após derrota em clássico, Rodrigo Santana confirma Atlético-MG alternativo no Sul

Treinador vai poupar seu principais jogadores para tentar reverter a derrota de 3 a 0

12 jul 2019
13h50
atualizado às 13h50
  • separator
  • comentários

A derrota por 3 a 0 no clássico para o Cruzeiro na partida de ida das quartas de final da Copa do Brasil, na quinta-feira, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, não vai alterar os planos do Atlético-MG para a sequência de jogos pela competição de mata-mata e pelo Campeonato Brasileiro. Pensando na volta contra o rival, o técnico Rodrigo Santana confirmou que usará uma equipe alternativa neste domingo contra a Chapecoense, em Chapecó (SC), pelo principal torneio nacional.

"Em relação ao jogo de domingo, a gente sabe nosso planejamento. A gente viaja com time alternativo, sim. Vamos procurar também fazer um grande jogo no domingo porque o Brasileirão é muito importante pra gente. Depois a gente volta as atenções para a Copa do Brasil", disse o comandante alvinegro.

A partida na Arena Condá contra a Chapecoense, que está na zona de rebaixamento, é válida pela 10.ª rodada do Brasileirão e pode garantir ao Atlético-MG a terceira posição na tabela de classificação. O time está em quinto com 16 pontos - mesma pontuação do Internacional, em quarto por ter melhor saldo de gols (5 a 3), e um a menos que o Flamengo, o terceiro colocado.

Sobre a derrota no Mineirão, Rodrigo Santana revelou que todos no Atlético-MG já tinham ciência da escalação do atacante Pedro Rocha no lugar de Fred para o clássico. "Saiu o Fred, um jogador de referência, que segura mais a bola, que ganha essa primeira bola, que segura a bola, e colocou o Pedro, que é um jogador de movimentação. A gente tinha essa informação, a gente já tinha passado para o grupo. Então, acredito que nada me surpreendeu. O que a gente pecou é por estar errando nos momentos cruciais e favorecendo o adversário", disse o treinador.

Atlético-MG e Cruzeiro se enfrentarão na partida de volta das quartas de final da Copa do Brasil na próxima quarta-feira, às 19h15, desta vez no estádio Independência, com mando atleticano. Para avançar sem depender de disputa por pênaltis, o time alvinegro precisa vencer por pelo menos quatro gols de diferença. Vantagem de três leva a decisão para as penalidades.

Estadão
  • separator
  • comentários
publicidade