PUBLICIDADE

Especial Rússia: Idioma pode ser barreira para turistas no Mundial

12 jul 2017 09h02
ver comentários
Publicidade

Com broches da Fifa na lapela do paletó, um executivo da Federação Paquistanesa de Futebol seguiu um grupo de russos pelas escadarias que davam acesso a um caraoquê de São Petersburgo, no porão de uma casa, onde só se escutava músicas em inglês.

Esse idioma, no entanto, não é de domínio público na Rússia. Para retornar ao hotel onde está hospedado, o paquistanês e os seus companheiros carregavam consigo panfletos com o respectivo endereço escrito em alfabeto cirílico. Sem o recurso, provavelmente seria preciso apelar à mímica para se comunicar com um taxista.

Em meio à decisão da Copa das Confederações, a Gazeta Esportiva visitou São Petersburgo e constatou que os receios em relação à organização do Mundial de 2018 vão além do idioma indecifrável para boa parte dos turistas.

Clique aqui para ler toda a reportagem especial sobre o país-sede da próxima Copa do Mundo.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade