0

Perisic não vê Copa da Rússia como última chance da geração croata

13 jun 2018
16h00
  • separator
  • 0
  • comentários

Apesar de uma geração talentosa, com vários jogadores atuando em grandes clubes da Europa, a Croácia ainda não obteve bons resultados nas grandes competições em que disputou no últimos anos. Eliminados na fase de grupos do Mundial do Brasil e nas oitavas de final da Eurocopa 2016 para Portugal, os croatas chegam pressionados para a Copa da Rússia. No entanto, o atacante Perisic não acredita que essa seja a última chance da geração fazer uma boa campanha em torneios de grande porte.

"A maioria dos jogadores está em sua melhor temporada. Também acho que teremos outra chance depois dessa Copa. Depende de quantos estão planejando continuar jogando (pela seleção)", disse o jogador que defende as cores da Internazionale de Milão.

Além de Perisic, a seleção croata conta com outros representantes de grandes clubes europeus, como Kovacic e Modric, do Real Madrid, Rakitic, do Barcelona, Mandzukic, da Juventus, Lovren, do Liverpool, Vrsaljko, do Atlético de Madrid, e Subasic, do Monaco. Nos amistosos deste ano, a Croácia ganhou de Senegal e México, mas perdeu para o Brasil e o Peru. O jogador da Inter de Milão exaltou a qualidade plantel e projetou a estreia diante da Nigéria.

"Todos os jogadores têm condições de serem titulares, mas cabe ao treinador decidir quem vai jogar (…). Para mim Senegal, contra quem jogamos em partida amistosa, talvez seja melhor do que a Nigéria. Mas a Nigéria é uma seleção acostumada a grandes competições. De qualquer jeito, esperamos vencer", declarou o confiante Perisic.

Croácia e Nigéria se enfrentam neste sábado, às 16h (de Brasília), em Spartak. Islândia e Argentina completam a grupo D da Copa do Mundo.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade