PUBLICIDADE

Sem falar de irmão, técnico da Suíça confirma aposentadoria

1 jul 2014 17h21
| atualizado às 18h01
ver comentários
Publicidade

A vitória por 1 a 0 da Argentina sobre a Suíça, nesta terça-feira, marcou o fim da carreira do técnico Ottmar Hitzfeld. O alemão, que perdeu o irmão mais velho na noite de segunda-feira, não quis falar sobre sua vida pessoal, mas confirmou a aposentadoria como treinador, assumindo agora a função de comentarista.

<p>Técnico da Suíça Ottmar Hitzfeld passa instruções ao time no jogo contra a Argentina</p>
Técnico da Suíça Ottmar Hitzfeld passa instruções ao time no jogo contra a Argentina
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

"Vou trabalhar para uma emissora de TV da Alemanha e vou continuar assistindo às partidas, mas meu trabalho como técnico terminou aqui e tenho muito orgulho de minha carreira. Foi muita sorte ter ficado à frente de excelentes equipes e tive a grande honra de trabalhar para a Suíça. Por isso que tenho orgulho de dar adeus", afirmou.

A partida de despedida da Suíça foi ainda mais difícil para Hitzfeld por conta da morte de seu irmão mais velho, Winfried, na noite de segunda-feira. Antes do início da entrevista coletiva desta terça-feira, o porta-voz da seleção suíça anunciou que o treinador não daria declarações sobre o assunto.

Assim, sem se pronunciar sobre a perda que teve fora dos campos, Hitzfeld reiterou sua satisfação pelo que conquistou na carreira. O agora ex-técnico, de 65 anos, estava no comando da Suíça desde 2008 e tinha a esperança de prolongar o trabalho pelo menos até a próxima fase desta Copa, mas caiu por 1 a 0 diante da Argentina na prorrogação das oitavas de final, na capital paulista.

Veja o gol de Argentina 1 x 0 Suíça pela Copa 2014 em 3D:

"Cada momento no futebol vai ficar na memória, porque assim são as emoções. Nesta terça-feira, tivemos uma partida de dimensão incrível, de Copa do Mundo, e tínhamos a chance de ir aos pênaltis. Isso cria muita tensão. Infelizmente, não chegamos aos pênaltis, mas podemos sair de cabeça erguida e com muito orgulho", completou.

Em sua carreira como técnico, Hitzfeld conquistou por duas vezes a Liga dos Campeões da Europa, por Borussia Dortmund (em 1997) e Bayern de Munique (2001). Além disso, acumulou troféus nacionais também na Alemanha e na Suíça.

Antes desta Copa, o profissional já havia anunciado sua decisão de se aposentar. Em outras oportunidades, Hitzfeld também mostrou a intenção de se despedir dos campos, mas só desta vez oficializou o fim dos trabalhos na função.

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade