5 eventos ao vivo

Itália arranca empate com Dinamarca e mantém vaga na repescagem em aberto

11 out 2013
17h11
atualizado às 18h16
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Classificada para a Copa do Mundo de 2014, a Itália precisou de um gol nos acréscimos do segundo tempo, mas empatou nesta sexta-feira fora de casa com a Dinamarca por 2 a 2, resultado que mantém aberta a luta por uma vaga na repescagem europeia pelo Grupo B das Eliminatórias europeias. A chave ainda teve vitórias de República Tcheca e Armênia.

<p>Itália conseguiu empate nos acréscimos do segundo tempo fora de casa</p>
Itália conseguiu empate nos acréscimos do segundo tempo fora de casa
Foto: Getty Images

Os dinamarqueses marcaram com Nicklas Bendtner, duas vezes. Pablo Osvaldo e Alberto Aquilani anotaram para os visitantes. Com o resultado, o time italiano passa a ter para 21 pontos, enquanto a seleção nórdica subiu ao terceiro lugar com 14 pontos.

Na vice-liderança estão os búlgaros, com 13 pontos, mesmo com a derrota para a Armênia, por 2 a 1 - Aras Ozbiliz e Yura Movsisyan fizeram para a ex-república soviética e Ivelin Popov descontou. Com a vitória, os armenos saltaram para 12 pontos.

Quem também chegou a esta pontuação foi a República Tcheca, com a vitória, fora de casa, sobre Malta por 4 a 1. Tomas Hubschman, David Lafata, Vaclav Kadlec e Tomas Pekhart fizeram os gols tchecos, e Michael Mifsud fez o de honra dos anfitriões.

Na próxima terça-feira, acontecerá a última rodada da chave, com os duelos entre Dinamarca e Malta, Itália e Armênia e Bulgária e República Tcheca.

Nesta sexta, em Copenhague o placar foi aberto em grande estilo por Pablo Osvaldo, aos 28min do primeiro tempo. Após lançamento longo de Thiago Motta, o atacante, em um só movimento, dominou e colocou a bola entre as pernas de Daniel Agger, para depois fuzilar o goleiro Stephan Andersen.

O empate dinamarquês saiu aos 47min do primeiro tempo, quando Bendtner mostrou oportunismo para aparecer no alto, ganhar da zaga italiana e cabecear para o fundo das redes de Gianluigi Buffon. Aos 34min da etapa final, a dupla Krohn-Dehli e Bendtner funcionou outra vez e o centroavante do Arsenal colocou os nórdicos na frente.

Já nos acréscimos, a seleção italiana pressionou para tentar empatar e manter assim sua invencibilidade nas Eliminatórias. Aos 46min, Alberto Aquilani, que tinha saído do banco, fez o gol que garantiu o empate em 2 a 2.

A partida de hoje no Estádio Parken, foi histórica para Buffon, que completou 137 jogos defendendo a seleção de seu país. Com isso, o goleiro se tornou recordista, superando o ex-zagueiro Fabio Cannavaro.

Veja também:

Vai ter jogo? Editor do L! analisa imbróglio na partida entre Palmeiras e Flamengo pelo Brasileirão
EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade