0

Cavani diz que Súarez errou, mas considera punição exagerada

21 jul 2014
15h50
atualizado às 17h27
  • separator
  • comentários

O atacante uruguaio Edinson Cavani reconheceu nesta segunda-feira o erro cometido pelo seu compatriota Luis Suárez, suspenso pela Fifa por morder o italiano Chiellini durante a Copa do Mundo, mas considerou que "nenhum jogador merece ser tratado assim".

<p>Su&aacute;rez ficar&aacute; afastado de seus companheiros de Barcelona por meses</p>
Suárez ficará afastado de seus companheiros de Barcelona por meses
Foto: FCB / Divulgação

"Há erros que um jogador comete no futebol e não percebe. É fácil opinar de fora e ser julgado por pessoas que nunca chutaram uma bola", reclamou o atacante do Paris Saint-Germain em entrevista ao diário uruguaio El Observador.

"É claro que Luis errou e tinha que ser suspenso, mas a punição não foi adequada. Ele foi tirado da Copa do Mundo, foi apagado dos campos de futebol. Nenhum jogador merece ser tratado assim. Ele foi tratado de maneira muito agressiva", justificou o jogador.

O atacante admitiu que a dura punição a Suárez afetou a seleção uruguaia no Brasil.

"Isso mexeu com a gente como seleção e com o Uruguai como país, mas não foi o motivo de nossa derrota", explicou o atacante sobre a queda para a Colômbia nas oitavas de final.

Suárez mordeu o zagueiro italiano Giorgio Chiellini em uma partida da fase de grupos da Copa do Mundo no Brasil. O jogador, comprado pelo Barcelona junto ao Liverpool, foi banido de qualquer atividade relacionada ao futebol por quatro meses, além de nove partidas de suspensão em jogos de sua seleção.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • comentários
publicidade