0

Brasil cai em grupo da morte com Japão, México e Itália

1 dez 2012
11h54
atualizado às 13h07
  • separator
  • comentários

O caminho da Seleção Brasileira na Copa das Confederações de 2013 está definido. A equipe agora comandada por Luiz Felipe Scolari e Carlos Alberto Parreira caiu no "grupo da morte". Com a Itália já pré-definida como uma das rivais no Grupo A, o Brasil ganhou as companhias de Japão e México no sorteio realizado neste sábado, no Anhembi, em São Paulo. No Grupo B estarão Espanha, Uruguai, Taiti e o campeão da Copa Africana das Nações, que será decidido em fevereiro.

Brasil vai enfrentar os adversários mais difíceis que poderia ter pelo caminho
Brasil vai enfrentar os adversários mais difíceis que poderia ter pelo caminho
Foto: AFP

» Veja como ficou a tabela da Copa das Confederações

A estreia da Seleção será diante do Japão, campeão asiático, no dia 15 de junho, em Brasília. No dia 19, a equipe volta a campo contra o algoz México, no Castelão, e fecha a sua campanha na primeira fase diante da Itália, na Arena Fonte Nova, no dia 22. 

No sorteio, por ser da mesma confederação que o Brasil (Conmebol), o Uruguai não poderia estar no mesmo grupo. Por essa razão, os campeões da Copa América foram automaticamente para a chave da Espanha, na qual houve um problema. Por erro do chef Alex Atala, Uruguai e Taiti ficaram na mesma posição. Após o evento, foi esclarecido que o Uruguai entrou na posição B2 e fará o primeiro jogo da chave contra os espanhóis.

O Japão, que será o primeiro adversário do Brasil na Copa das Confederações, vai disputar o torneio por ser o campeão da Copa da Ásia de 2011. Já o México se credenciou para a competição após vencer a Copa Ouro da Concacaf. Terceira adversária do Brasil, a Itália herdou a vaga na Europa em razão da Espanha, campeão europeia em 2012, já estar automaticamente classificada por ser campeã mundial - os italianos foram vice no europeu.

A cerimônia do sorteio foi conduzida pela apresentadora da Globo, Glenda Kozlowski e contou com discursos da presidente Dilma Roussef, Joseph Blatter (presidente da Fifa) e José Maria Marin (presidente da CBF). O responsável pelo momento da definição das bolinhas foi Jerome Valcke, secretário geral da Fifa, e contou com a presença da modelo Adriana Lima, além de Atala. O evento foi encerrado com performance de Arlindo Cruz e Maria Gadú.

A Copa das Confederações será realizada no Brasil entre os dias 15 e 30 de junho de 2013. Seis cidades serão sede dos jogos: Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro e Salvador.  As duas melhores seleções de cada grupo avançarão para as semifinais.

O Brasil é o maior campeão da competição criada em 1992 com três conquistas - 1997, 2005 e 2009. A França aparece em seguida com duas conquistas - 2001 e 2003. Argentina (1992), Dinamarca (1995) e México (1999) foram campeões apenas uma vez.

Fonte: Terra
  • separator
  • comentários
publicidade