1 evento ao vivo

"A Copa do Mundo já começou", afirma Jérôme Valcke

2 jun 2014
16h50
atualizado às 16h50

O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, afirmou nesta segunda-feira que o Mundial de 2014 "já começou", em referência aos que tinham dúvidas sobre a organização do torneio que começa oficialmente no dia 12 de junho em São Paulo.

Valcke expressou isso durante a apresentação do Centro Internacional de Trasmissão (IBC) para o Mundial, que foi inaugurado hoje no Rio de Janeiro, e acrescentou sua satisfação com este começo que se complementa, segundo acrescentou, com a chegada das primeiras seleções.

Segundo afirmou, o IBC será "o vínculo do Brasil com o Mundo" e pediu a todos os cidadãos que "desfrutem do torneio com satisfação".

O diretor de televisão da Fifa, Niclas Ericson, afirmou que a inaguração do IBC representa um "importante ponta pé inicial" do torneio e acrescentou que se transformará "no maior centro de meios de comunicação do mundo", já que contará com o "maior estúdio de televisão do planeta" durante o mês que estará ativo.

Além disso, o diretor destacou que a instalação permanecerá aberta 24 horas por dia e sete dias por semana e nele a "conectividade de televisão será chave".

Por sua vez, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, lembrou que finalmente esta cidade foi escolhida como sede do centro, apesar das tentativas de São Paulo e Brasília para que instalação ocorresse em seus respectivos perímetros municipais.

"Sabemos que este evento serve para que a imprensa possa ver as características de um país", disse.

Paes pediu que os que venham ao Brasil através dos meios de comunicação lembrem que o país sul-americano "ainda não alcançou o nível de desenvolvimento do Primeiro Mundo".

Neste sentido, o prefeito solicitou que o Brasil seja comparado com sua situação "há 25 ou 30 anos" e afirmou que nas últimas décadas a democracia se consolidou no país e "30 milhões de pessoas saíram da miséria".

Além disso, Paes lembrou que o Rio de Janeiro é "uma cidade que se está transformando", por isso que os visitantes devem observar essas mudanças.

O governador do estado do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, comentou que a instalação do IBC na cidade fluminense é "uma conquista a mais da cidade" e da região.

Pezão afirmou que este centro será uma forma de "mostrar as coisas boas as cidade" e acrescentou que a instalação de internet de alta velocidade que permitirá conectar o Rio de Janeiro com as outras 11 cidades sede do Mundial será "um dos maiores legados do Mundial".

EFE   
publicidade