5 eventos ao vivo

Contra o CSA em Maceió, Inter tenta se reaproximar do G4 do Brasileirão

Equipe gaúcha tenta não deixar com que os líderes disparem ainda mais na frente

9 out 2019
08h47
atualizado às 08h47
  • separator
  • 0
  • comentários

Se tudo der certo para o Internacional, o time gaúcho vai terminar a 24ª rodada do Campeonato Brasileiro a apenas um ponto de distância do G4. Para isso, evidentemente, será fundamental conquistar uma vitória sobre o CSA, nesta quarta-feira, às 19h15, em Maceió.

Atualmente, o Inter ocupa a sexta colocação do Campeonato Brasileiro, com 38 pontos - um a menos do que o São Paulo e quatro atrás do Corinthians, o quarto colocado. Caso os dois clubes paulistas percam na rodada, o time gaúcho ficará em quinto lugar, com 41 pontos, se obtiver uma vitória no Estádio Rei Pelé.

O técnico Odair Hellmann tem alguns problemas para escalar sua equipe para enfrentar o CSA. Ele não contará com o zagueiro Bruno Fuchs (está prestando serviços à seleção brasileira sub-23), o meia Nonato (suspenso) e o atacante Paolo Guerrero (defende a seleção do Peru). E o comandante da equipe colorada já escolheu os substitutos.

Na defesa, Emerson Santos será o parceiro de Victor Cuesta. O meia argentino D'Alessandro voltará à equipe para substituir Nonato e Guilherme Parede venceu a concorrência com Trellez, Wellington Silva e Neilton pela vaga de Guerrero.

Início de reação no CSA

A missão é difícil, mas o CSA deu sinais de que tem condições de permanecer no Brasileirão para a próxima temporada. Depois da vitória por 3 a 1, domingo à noite, no duelo direto contra o Avaí, o time comandado por Argel Fucks recebe o Internacional, para confirmar uma nova fase.

A equipe alagoana está em 17º lugar, primeira posição dentro da zona de rebaixamento, com 22 pontos. A distância para o Ceará, 16º colocado, é de apenas um ponto, portanto uma vitória sobre o Inter somada a um tropeço cearense tira o CSA da zona de rebaixamento. O adversário do Ceará será o Grêmio, em jogo que será disputado no Centenário, em Caxias do Sul, também na quarta-feira.

"Fico feliz com a nossa melhora. Tudo isso é fruto do trabalho da comissão técnica e do comprometimento dos atletas. Todos abraçaram a ideia inserida no contexto de trabalho. Com afinco, podemos, sim, manter o CSA na elite", comentou Argel Fucks. Ele também elogiou o comportamento da torcida: "Ela tem jogado conosco. Isso é importante, porque dá confiança aos jogadores".

O treinador comandou nesta terça-feira, com os portões fechados, o último treino antes da partida contra o Inter. O certo é que ele terá três baixas. O volante João Vitor ainda se recupera de uma virose e segue de fora, assim como o meia Euller, em tratamento por conta de uma lesão na panturrilha. Outro desfalque confirmado é o zagueiro Alan Costa, que está suspenso pelo terceiro cartão amarelo e deve ser substituído por Ronaldo Alves.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade