3 eventos ao vivo

Com pouco tempo para treinos, Santos aposta nas "aulas" de Jair

9 mar 2018
12h04
atualizado às 12h04
  • separator
  • comentários

O Santos, assim como outras equipes do futebol brasileiro, tem sofrido com o calendário e a falta de espaço para treinamentos entre o Campeonato Paulista e a Libertadores. A solução, então, é apostar na teoria.

O Peixe teve apenas um treino com titulares antes dos últimos três jogos, contra Real Garcilaso-PER, Corinthians e Novorizontino. E nessas atividades, nem foi possível exigir nada muito intenso. O desgaste físico é grande.

"Muitos não entendem, mas o cansaço é enorme. A sequência de jogos e viagens é grande, então muitas vezes nem fazemos muita coisa no campo e consertamos os erros internamente", disse Lucas Veríssimo, em entrevista à Gazeta Esportiva.

O técnico Jair Ventura e o restante da comissão técnica otimizam o tempo com conversas e demonstrações nas dependências do CT Rei Pelé ou concentrações em hotéis. Os jogadores assistem a vídeos e discutem acertos e erros cometidos durantes as partidas.

Antes do clássico contra o Corinthians, por exemplo, a comissão mostrou na teoria e pouco treinou na prática a estratégia para o clássico - o jogo aéreo. Os profissionais detectaram a deficiência do rival e orientaram aos atletas os cruzamentos. Foram 47 ao todo e o alvinegro chegou ao empate, com Diogo Vitor, desta forma, após levantamento de Jean Mota e rebote do goleiro Cássio.

O Santos treinará na tarde desta sexta-feira, no CT Rei Pelé, após a derrota para o Novorizontino. Os titulares devem fazer um trabalho leve em campo. No sábado, com portões fechados, Jair comandará treino tático visando o São Bento, adversário de domingo, às 17h (de Brasília), na Vila Belmiro.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade