1 evento ao vivo

Com gol salvador, Liverpool bate Tottenham e se segura na ponta do Inglês

31 mar 2019
14h54
atualizado às 14h54
  • separator
  • 0
  • comentários

Neste domingo, aconteceu o duelo mais aguardado da 32ª rodada do Campeonato Inglês. Em Anfield, equilibrado clássico entre Liverpool e Tottenham, que terminou com vitória dos donos da casa por 2 a 1. Roberto Firmino e Alderweireld (contra, nos acréscimos) fizeram para o time anfitrião, enquanto Lucas Moura diminuiu para os visitantes.

O resultado é ótimo para os Reds, que se seguram na liderança da Premier League, com 79 pontos ganhos, dois a mais que o Manchester City, que tem um jogo a menos. Os Spurs, por sua vez, continuam na terceira colocação da tabela, com os mesmos 61 pontos somados.

Na rodada do próximo final de semana, os comandados de Jurgen Klopp vão a campo na sexta-feira, quando visitará o Southmapton no St. Mary's Stadium. Antes disso, nesta quarta, os de Mauricio Pochettino receberão o Crystal Palace em duelo atrasado da 31ª rodada.

Sorriso de Firmino

O duelo começou equilibrado em Anfield, mas, aos poucos, o Liverpool foi tomando controle das ações. E antes mesmo de ensaiar uma pressão, achou o gol.

Aos 15 minutos, Robertson recebeu pela esquerda, chegou ao fundo e fez um cruzamento perfeito. No meio de três defensores, Firmino levou a melhor pelo alto e cabeceou firme para abrir o placar.

Aos 17, Alexander-Arnold por pouco não ampliou, pegando a sobra da entrada da área, mas jogando ao lado do gol de Lloris. os 19, foi a vez de Mané ficar no quase, ficando a centímetros do ângulo.

O Tottenham se soltou um pouco mais na metade final do primeiro período, mas faltava inspiração por parte de seus atacantes. A melhor chance foi aos 32, em chute de fora de Dele Alli, que subiu um pouco mais do que devia e passou por cima do travessão.

Antes do intervalo, Mané tentou de novo o ângulo de Lloris. Mais uma vez, a bola lambeu a trave dos Spurs.

Sorte de líder

O equilíbrio continuou na etapa final. O Liverpool foi em busca do segundo gol, tentando encaminhar o triunfo, mas não conseguia achar uma oportunidade clara. O Tottenham por sua vez, tentava controlar as ações, mas tinha dificuldade para trabalhar a bola no campo de ataque.

A primeiro boa chance aconteceu aos 10 minutos, quando Kane recebeu na área e tentou um chute cruzado, de canhota. Alisson espalmou e a bola sobrou para Eriksen na entrada da área. O dinamarquês chegou batendo, mas Robertson apareceu no meio do caminho para salvar os Reds.

Após dois contra-ataques desperdiçados pelo Liverpool, nos pés de Salah, o Tottenham, que já era melhor em campo, não perdoou.

Na intermediária ofensiva, Kane cobrou a falta rapidamente e deu um belo lançamento na direita, para Trippier. O lateral direito cruzou rasteiro e, no meio. Eriksen não pegou em cheio. Contudo, a bola sobrou limpa para Lucas, na segunda trave, estufar a rede e deixar tudo igual em Anfield.

Com o gol sofrido, os anfitriões voltaram a se lançar à frente. Com 30 rodados, Robertson recebeu pela direita, ameaçou um cruzamento, cortou para dentro e, de canhota, tentou colocar no ângulo esquerdo de Lloris. O goleiro francês foi muito bem no lance e praticou uma defesa brilhante.

Aos 40, os Spurs tiveram uma chance de ouro para virar o jogo. Em contra-ataque rápido, Sissoko partiu com a bola dominada e, ao lado de Son, tinha superioridade contra um solitário Van Dijk. O zagueiro fechou o passe para o coreano e obrigou o francês a definir a jogada. De frente para o gol, o meio-campista pegou muito mal na bola e isolou por cima do travessão.

Aos 45 minutos, porém, todo o esforço do Tottenham foi por água abaixo. Pela esquerda, Robertson cruzou na segunda trave e Salah, sozinho, cabeceou para o gol. Lloris fez a defesa em primeira instância, mas acabou espalmando a bola no pé de Alderweireld, que, involuntariamente, desviou contra a própria meta: 2 a 1 e vitória do Liverpool, líder da Premier League.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade