1 evento ao vivo

Com gol de falta, D'Alessandro salva Inter e garante vitória sobre o São Luiz

21 mar 2013
21h34
atualizado às 22h05

Foi no apagar das luzes. Quando tudo parecia perdido, Andrés Nicolás D’Alessandro apareceu. O camisa 10, 201 jogos pelo Internacional, marcou o gol da vitória colorado por 2 a 1, na noite desta quinta-feira, no Estádio do Vale, aos 42 minutos do segundo tempo. Depois de um jogo encrespado, com marcação muito forte e problemas no ataque, D’Ale garantiu os três pontos para os comandados por Dunga.

O próximo compromisso colorado é o Santa Cruz, no domingo, às 16h, nos Plátanos. Já o São Luiz enfrenta o Veranópolis, no Antônio David Farina, às 18h. Com o empate, o Lajeadense se mantém como a melhor campanha geral do Gauchão – ganha nos gols marcados.

PASSE DE CAIO, GOL DE DAMIÃO

A expectativa era de um jogo diferente da decisão. De fato, em alguns aspectos foi. Assim como a final da Taça Piratini, o Internacional foi quem propôs o jogo. Se aproximou do ataque. Mas tudo isso a partir do terço final da etapa. Até os 28 minutos, quando Fabrício arrematou da entrada da área e obrigou Oliveira a trabalhar, nem Inter, nem São Luiz haviam levado perigo aos respectivos goleiros.

Sob novo comando, o São Luiz veio com uma proposta de marcação forte. Pouco se abriu. Juba e Eraldo precisaram voltar muito e estiveram longe do gol. Por outro lado, o Inter só foi encaixar seu jogo nos últimos cinco minutos.

E foi falta. Em um passe de D’Alessandro, pela direita, Caio levantou a cabeça e olhou para o meio da área. Damião saiu dos zagueiros e fez um movimento para trás. Se livrou da marcação e aparou o cruzamento do atacante de perna direita, para marcar o primeiro colorado, aos 42 minutos. Três minutos depois, Caio quase deixou o dele. Fabrício, do lado esquerdo, cruzou entre Marcel e Thiago Costa. Ali voou o substituto de Forlán, mas Oliveira fez grande defesa e evitou o segundo antes do final do primeiro tempo.

SÃO LUIZ BEM, D'ALE DECIDE

No retorno do vestiário, o Inter tentou administrar. E o São Luiz voltou voando. O técnico Leandro Machado manteve a marcação forte, principalmente sobre o meio-campo colorado, mas corrigiu a lentidão na transição ofensiva. Com Marcos Paraná em campo, que entrou no primeiro tempo, ganhou qualidade no toque de bola. Logo aos 10 minutos, em jogada pelo meio, Washington girou sobre a marcação e bateu rasteiro, no canto de Muriel.

O Inter só conseguiu chegar ao ataque na casa dos 20 minutos, quando Josimar completou escanteio cobrado por Fred, nas mãos de Oliveira. O Colorado esteve engessado, sem utilizar a velocidade de Caio, e foi surpreendido pelo gol do São Luiz. Dunga, então, deixou a equipe mais ofensiva: colocou Dátolo no lugar de Airton e recuou Fred para a função de volante.

Quando o jogo parecia monótono, as equipes se abriram um pouco mais e passaram a tentar o ataque. O São Luiz esteve, inclusive, presente mais no ataque que o Inter. Leandro Damião e Caio não conseguiram prender a bola no setor ofensivo. E o time de Ijuí chegava com perigo. Washington e Marcos Paraná tiveram sucesso em suas investidas em cima de Gabriel.

O Inter, então, teve uma falta frontal em Gilberto. Capitão e camisa 10, solidário, D’Alessandro desta vez chamou a responsabilidade. Já havia deixado Gabriel e Fabrício tentarem anteriormente. Agora, foi para a cobrança. Colocou com maestria, aos 42 minutos do segundo tempo, e salvou o Internacional da derrota em Novo Hamburgo. Um presente tardio pelos 200 jogos com a camisa colorada, já que foi homenageado nesta noite com uma placa pelo clube gaúcho.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 2 X 1 SÃO LUIZ

Local: Estádio do Vale, em Novo Hamburgo (RS)

Data/Hora: Quinta-feira, 21/03/2013 - 19h30

Árbitro: Márcio Coruja

Auxiliares: Carlos Henrique Selbach e Maurício Coelho Silva Penna

Cartões amarelos: Chicão, Danilo Baia, Juba, Washington, Marcos Paraná, Eraldo, Marcel, Oliveira (SLZ) Rodrigo Moledo (INT)

Gols: Leandro Damião – 42’/1ºT(1-0), Washington – 10’/2ºT (1-1), D’Alessandro - 42’/2ºT (2-1)

INTERNACIONAL: Muriel; Gabriel, Rodrigo Moledo, Juan e Fabrício; Airton (Dátolo – 21’/2ºT), Josimar, Fred e D'Alessandro (Otávio - 48'/2ºT); Caio (Gilberto – 34’/2ºT) e Leandro Damião - Técnico: Dunga.

SÃO LUIZ: Oliveira; Júnior Barbosa (Marcos Paraná – 30’/1ºT), Thiago Costa, Marcel e Adãozinho; Baiano, Chicão, Danilo Báia e Washington (Elton Macaé – 37’/2ºT); Juba e Eraldo (Marcos Rogério – 25’/2ºT) - Técnico: Leandro Machado.

Fonte: Lancepress! Lancepress!
publicidade