0

Com Diniz, São Paulo tem treinos de manhã e foco nas saídas de bola

Contratado na última quinta-feira, técnico implementa aos poucos seu estilo no clube tricolor

2 out 2019
04h41
atualizado às 11h08
  • separator
  • 0
  • comentários

Contratado na última quinta-feira, o técnico Fernando Diniz vai aos poucos implantando seu estilo no São Paulo. Nesta semana, os treinos da equipe serão todos de manhã. Com Cuca, por exemplo, a maioria das atividades era realizada à tarde. Os jogadores terão de se adaptar ao sistema de trabalho do treinador.

Fernando Diniz abriu os dois primeiros treinos. Tanto na segunda quanto na terça-feira, o técnico cobrou pressão nas saídas de bola e movimentação dos jogadores em todos os setores. É uma ideia de jogo que Diniz gosta: trocar passes desde o sistema defensivo. A ideia é boa, mas precisa da qualidade dos jogadores, principalmente de defesa, mais acostumados aos chutões para frente.

Na última segunda-feira, os titulares foram a campo dois dias após o empate sem gols com o Flamengo, no Rio de Janeiro. Normalmente, na reapresentação do elenco depois das partidas, os atletas que haviam atuado costumavam ficar na parte interna do CT para trabalhos regenerativos, de musculação leve e piscina. Diniz mandou todos para o campo. Já é uma mudança de postura.

A tendência é que Diniz mantenha a escalação do São Paulo para a partida contra o Fortaleza, sábado, às 17h, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com isso, um provável time teria: Tiago Volpi; Juanfran, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Luan, Tchê Tchê, Hernanes e Daniel Alves; Antony e Pablo.

O novo treinador fechará a atividade tática nesta quarta-feira. A imprensa poderá acompanhar apenas o aquecimento dos jogadores no CT. O elenco ainda trabalhará na quinta e na sexta antes da partida contra o Fortaleza, de Rogério Ceni. Há alguns jogadores que serão fundamentais no esquema do técnico. Tchê Tchê é um deles. O volante foi moldado por Diniz no passado, antes de sua passagem pelo Palmeiras, e deverá ser útil nesse novo período. Daniel Alves também deverá ter um lugar mais fixo para atuar. O técnico faz sua primeira semana de trabalho no São Paulo.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade