1 evento ao vivo

Com confusão e 'meio tempo', São Paulo é campeão da Sul-Americana

12 dez 2012
23h49
atualizado às 23h52

De um jeito que nenhum são-paulino, o Tricolor voltou a conquistar um título depois de quatro anos. Após confusão e apenas "meio tempo" jogado, o time do Morumbi sagrou-se campeão da Copa Sul-Americana na noite desta quarta-feira, ao vencer por 2 a 0.

Jogadores das duas equipes se envolveram em confusão no intervalo e decisão teve apenas 45 minutos. Após briga, que começou no gramado do Morumbi e continuou no túnel do vestiário, os jogadores argentinos se recusaram a voltar para o segundo tempo, alegando terem sido agredidos e intimidados pela Polícia Militar e seguranças do São Paulo.

Com a bola rolando, o São Paulo foi superior durante quase todo o primeiro tempo. Sem deixar espaços para os argentinos e marcando firme, o Tricolor demorou a chegar com perigo, mas marcou na primeira chance clara. Aos 22, Jadson lançou Willian José, que tocou para Lucas marcar.

Em sua despedida do clube antes de se transferir para o Paris Saint-Germain, da França, o camisa 7 foi o grande destaque da partida. Além de anotar o primeiro, ele começou a jogada do segundo gol, cinco minutos depois. Após linda jogada individual, ele tocou para Osvaldo, que, com calma, deu uma leve cavadinha para o fundo do gol.

Já classificado para a Libertadores de 2013, o São Paulo se credenciou para outras duas competições: a Copa Suruga, em agosto do ano que vem, contra o Kashima Antlers, no Japão, e a Recopa Sul-Americana, na qual enfrentará o rival Corinthians.

O título do São Paulo coloca 2012 na história do futebol paulista, já que os quatro grandes clubes do estado conquistaram ao menos uma taça nesta temporada, fato que não acontecia desde 2008.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 2 X 0 TIGRE

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)

Data/Horário: 12/12/2012 - 21h45 (de Brasília)

Árbitro: Enrique Osses (CHI)

Assistentes: Francisco Mondria (CHI) e Carlos Astroza (CHI)

Renda/Público: R$ 3.942.800,00 / 67.042 pagantes

Cartões Amarelos: Denilson e Rogério Ceni (SAO); Galmarini, Godoy e Diaz (TIG)

Cartões Vermelhos: Paulo Miranda, Intervalo (SAO); Diaz, Intervalo (TIG)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Rafael Toloi, Rhodolfo e Cortez; Wellington, Denilson e Jadson; Lucas, Osvaldo e Willian José. Técnico: Ney Franco.

TIGRE: Albil; Paparatto, Echeverría, Godoy e Orban; Ferreira, Galmarini, Díaz e Leone; Botta e Maggiolo. Técnico: Néstor Gorosito

Fonte: Lancepress! Lancepress!
publicidade