1 evento ao vivo

Com centroavantes em baixa, Carneiro vira aposta do São Paulo

22 abr 2018
10h03
  • separator
  • 0
  • comentários

O São Paulo investiu pesado em seu ataque para a temporada 2018. Foram R$ 16 milhões gastos nas contratações de Diego Souza e Tréllez, que ainda não deslancharam com a camisa tricolor. Com poucos gols, a dupla pode abrir espaço para Gonzalo Carneiro, mais nova esperança para o setor ofensivo da equipe.

Aos 32 anos, Diego Souza foi considerado o reforço mais badalado do time no início de 2018. Em janeiro, o clube do Morumbi desembolsou R$ 10 milhões para adquirir 100% de seus direitos econômicos e tirá-lo do Sport.

Recebendo a camisa 9, chegou com a expectativa de ser o principal centroavante do Tricolor e de, ao menos, repetir o bom desempenho apresentado no time pernambucano. No entanto, não correspondeu às expectativas e virou reserva sob o comando do técnico Diego Aguirre, sucessor de Dorival Júnior.

Nos bastidores, o discurso da diretoria é de confiança na reabilitação do jogador e de garantia de que não irá negociá-lo com outra equipe. O Vasco, por quem o atleta atuou em 2011 e 2012, até tentou o seu retorno por empréstimo, mas não entrou em acordo com os dirigentes são-paulinos.

Já Tréllez, contratado ao custo de R$ 6 milhões junto ao Vitória, também tem sofrido para se afirmar no Tricolor. O colombiano, que passou a receber mais chances desde que Aguirre assumiu o time, se destaca pela vontade dentro de campo, mas vem pecando na parte técnica e apresentando atuações abaixo do esperado.

A má fase de ambos se reflete no número de gols. Diego Souza marcou apenas três em 17 partidas, enquanto Tréllez foi às redes meras duas vezes em 13 jogos. Os dois têm menos tentos, por exemplo, do que o meia Nenê, que deixou a sua marca em quatro oportunidades como jogador do São Paulo.

Após a eliminação na Copa do Brasil, em tom ponderado, Aguirre saiu em defesa de seus centroavantes. "Temos de buscar as soluções com os jogadores que temos. Não é o momento de falar de ninguém de forma individual. Também ganharemos jogos com gols deles", argumentou o treinador.

Apesar do discurso, o clube aposta em Gonzalo Carneiro para aumentar a eficiência do ataque. Considerado um talento promissor do futebol uruguaio, o jogador de apenas 22 anos foi o centroavante mais barato entre os contratados - foram investidos R$ 2,6 milhões em sua compra junto ao Defensor-URU.

Com 1,91m, o atleta foi indicado pelo superintendente de relações institucionais e compatriota Diego Lugano. Além de contar com o apoio do ídolo tricolor, Carneiro é elogiado por Aguirre de forma recorrente e deve receber uma chance assim que reunir condições físicas para jogar.

"É um jogador muito bom, que está se recuperando, treinando e preparando-se para um futuro imediato. Pode ajudar muito se estiver bem, mas ainda precisa de tempo para poder jogar", analisou o comandante.

Para o duelo com o Ceará, neste domingo, às 16 horas (de Brasília), pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, a tendência é que Tréllez permaneça como titular no ataque, pois Diego Souza sequer foi relacionado.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade