PUBLICIDADE

Ceará ganha da Chapecoense, quebra jejum e vence a primeira com Tiago Nunes

Equipe alvinegra não vencia há seis jogos e ocupa a décima colocação no Campeonato Brasileiro

25 set 2021 19h51
| atualizado às 19h51
ver comentários
Publicidade

O Ceará quebrou o jejum de seis jogos sem vitória ao ganhar da Chapecoense por 1 a 0, neste sábado, na Arena Castelão, em Fortaleza, pela 22.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Esta também foi a primeira vitória do time cearense sob o comando do técnico Tiago Nunes, em seu terceiro jogo, após ele substituir Guto Ferreira.

Com 28 pontos, o Ceará é o 10.º colocado e, em princípio, parece tranquilo em relação ao rebaixamento. Não vale o mesmo para a Chapecoense, na lanterna com apenas 10 pontos e apontada como a principal favorita para cair à Série B de 2022.

O primeiro tempo foi bastante movimentado, talvez, pela situação de cada time. O Ceará por não vencer há seis rodadas e a Chapecoense por jogar sem responsabilidade, uma vez que é uma virtual rebaixada. Tanto que a primeira grande chance do jogo saiu pelo lado do time catarinense, quando Anselmo Ramon tentou encobrir Richard, a bola desviou no goleiro, subiu e ia cair nas redes quando apareceu o zagueiro Luz Otávio para aliviar em cima da linha. O Ceará também chegou na frente, mas desperdiçou chances por falha na finalização. Duas vezes com Kelvyn e uma com Fernando Sobral.

No começo do segundo tempo, o Ceará abriu o placar com um pênalti. Aos cinco minutos, Busanello derrubou Luiz Otávio dentro da área. Tiago Nunes pediu para Vina cobrar, mas ele entregou a bola nas mãos de Jael. O "Cruel" abusou da categoria, batendo de cavadinha e no ângulo direito aos sete minutos.

A partir daí, a Chapecoense se abriu mais e deu espaços para o Ceará, que ganhou mais força com as entradas de Cléber e Marlon. Aos 22 minutos, o zagueiro Jordan cometeu falta violenta e acabou expulso, deixando a equipe de Chapecó (SC) com um jogador a menos.

Os donos da casa criaram e perderam várias chances, algumas parando nas defesas de Keiller. Com o placar apertado, o Ceará correu riscos com o visitante que acertou a trave direita de Richard em uma cabeçada de Derlan aos 27 minutos. Com mais volume, o time cearense segurou o resultado.

O Ceará agora vai enfrentar o Bahia, no próximo sábado, às 19 horas, em Salvador. A Chapecoense vai receber o São Paulo, em Chapecó, no domingo, às 16 horas. Os dois jogos serão válidos pela 23.ª rodada.

FICHA TÉCNICA

CEARÁ 1 x 0 CHAPECOENSE

CEARÁ - Richard; Gabriel Dias, Gabriel Lacerda, Luiz Otávio e Bruno Pacheco (Lima); Geovane (Marlon), Fernando Sobral, Vina (Gabriel Santos), Rick (Erick)e Kelvyn; Jael (Cléber). Técnico: Tiago Nunes.

CHAPECOENSE - Keiller; Matheus Ribeiro, Kadu,Jordan e Busanello (Geuvânio); Alan Santos (Ezequiel), Moisés Ribeiro (Lima) e Denner; Bruno Silva (Perotti), Mike e Anselmo Ramon (Derlan). Técnico: Pintado.

GOL - Jael, aos 7 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Moisés Ribeiro e Lima (Chapecoense).

CARTÃO VERMELHO - Jordan (Chapecoense).

ÁRBITRO - Caio Max Augusto Vieira (RN).

RENDA E PÚBLICO - Jogo com portões fechados.

LOCAL - Arena Castelão, em Fortaleza (CE).

Estadão
Publicidade
Publicidade