PUBLICIDADE

CBF remove árbitros do VAR de São Paulo x Palmeiras após atuação polêmica em Inter x Botafogo

Rafael Traci e Helton Nunes estão 'sob avaliação do seu desempenho técnico' e serão substituídos por Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral e Vitor Carmona Metestaine no clássico desta segunda-feira, no Morumbi

20 jun 2022 12h53
| atualizado às 12h53
ver comentários
Publicidade

A CBF anunciou nesta segunda-feira, 20, a retirada de Rafael Traci e Helton Nunes do comando do VAR para o clássico entre São Paulo x Palmeiras, às 20h, no Morumbi, pelo Brasileirão. A dupla foi a responsável por comandar o assistente de vídeo durante o polêmico jogo entre Internacional x Botafogo, vencido pelo time carioca neste domingo, por 3 a 2, em Porto Alegre. Eles serão substituídos por Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral e Vitor Carmona Metestaine.

Segundo o comunicado, a alteração se deve ao fato de Traci e Nunes "estarem sob avaliação do seu desempenho técnico". A nota é assinada pelo presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Wilson Luiz Seneme, que assumiu o setor em abril com a missão de reformular a área após uma série de polêmicas no Brasileirão do último ano, que terminou com a demissão de Leonardo Gaciba do cargo.

Os rumos da partida entre Internacional x Botafogo mudaram logo aos dois minutos de jogo. Alan Patrick, camisa 10 colorado, finalizou dentro da área e a bola bateu no peito de Philippe Sampaio, zagueiro alvinegro, resvalando no seu braço em seguida. O árbitro de campo, deixou o jogo seguir, mas Traci o chamou para analisar o lance no vídeo. O pênalti foi assinalado e o jogador do Botafogo foi expulso com pouco mais de cinco minutos.

O lance gerou duras críticas da comissão técnica alvinegra, com o técnico Luís Castro sendo expulso logo em seguida. Nas redes sociais, o empresário John Textor, dono da SAF do Botafogo, classificou o episódio como "vergonhoso", pedindo a renúncia dos responsáveis pelo apito.

"Como alguém que se preocupa com o futebol brasileiro pode ficar feliz com esta partida. Tanto as equipes quanto os torcedores merecem mais do que um jogo destruído", escreveu Textor.

O ex-árbitro Arnaldo Cezar Coelho, um dos mais célebres comentaristas da arbitragem, foi outro que se manifestou sobre a jogada. "Absurdo, os árbitros marcaram pênalti e expulsaram o zagueiro, será que é verdade?"

A partida ainda contou com uma série de outros lances polêmicos. O Botafogo alega escanteio a seu favor na origem do segundo gol do Inter, enquanto o time colorado pediu um pênalti de Saravia em Wanderson fora do lance de jogo. Ambos os lances aconteceram no primeiro tempo. Na etapa final, os gaúchos reclamaram da anulação do gol de Alemão, sendo assinalado mão do atacante.

O duelo ainda teria dois tentos anulados para cada lado, por impedimento, até a virada alvinegra aos 55 minutos, dando início a uma confusão generalizada, com troca de agressões e um atleta expulso para cada lado.

Estadão
Publicidade
Publicidade