PUBLICIDADE

CBF anuncia uma série de medidas para minimizar erros de arbitragem

Entidade comunicou atos durante reunião com clubes para tratar de reclamações

26 jul 2022 - 20h06
(atualizado às 20h06)
Ver comentários
Publicidade

A CBF anunciou na tarde desta terça-feira (26), em reunião com dirigentes dos principais clubes do país para tratar de reclamações sobre arbitragem, uma série de medidas que visam reduzir a interferência dos homens do apito nos jogos.

Diretoria da CBF fala aos presidentes de clubes presentes em reunião deste (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)
Diretoria da CBF fala aos presidentes de clubes presentes em reunião deste (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)
Foto: Lance!

GALERIA

Presidente da Comissão de Arbitragem, Wilson Seneme afirmou que a ideia de reunir os presidentes dos clubes das séries A e B já estava em seus planos desde o início do trabalho, que começou a dois dias do início do Brasileirão Assaí. Com o fim do primeiro turno, criou-se a oportunidade para realizar este encontro.

- O objetivo desse encontro é o desenvolvimento coletivo, a gente está buscando elementos de análise para que a gente possa crescer. Para não ser um trabalho repetitivo do que já não deu certo, para ser diferente - disse Seneme.

O ex-árbitro também fez importantes anúncios para o futuro da arbitragem brasileira. Pela primeira vez, será feita uma intertemporada presencial com 95 árbitros de todo o Brasil, entre 1º e 5 de agosto, no Rio de Janeiro. Além disso, os árbitros terão à sua disposição 840 perfis em plataforma de vídeo e estatísticas para assistirem aos lances dos jogos em que atuam, analisando acertos, revisando erros e recebendo online, com mais agilidade, a avaliação dos instrutores.

A Comissão de Arbitragem ainda anunciou que criará o quadro VAR-CBF, com 128 árbitros homologados e realizará sessões de treinamentos práticos presenciais mensais, a partir de agosto. Grupos serão levados ao Centro de Excelência da Arbitragem Brasileira, no Rio de Janeiro, para aperfeiçoamento constante.

Outras medidas anunciadas por Seneme foram: a realização da pré-temporada anual para a arbitragem da CBF; o estabelecimento do Programa de Assistência ao Desempenho da Arbitragem (PADA), com assistência multidisciplinar integrada; a publicação de áudio e vídeo das principais checagens e revisões em até 24h após a partida na Série A e 48h na Série B; a disponibilização da linha virtual de impedimento ao vivo para as transmissões da TV, que já tem sido realizada nas últimas rodadas; e o fornecimento de simuladores do VAR para treinamento online à distância e presencial semanal.

- Eu tenho certeza que nós temos a capacidade de melhorar a arbitragem brasileira. Eu não tenho dúvidas disso. Se os clubes tiverem um pouco de compreensão e nos apoiarem, isso vai facilitar muito o desenvolvimento. E vocês vão se beneficiar no final. Eu vejo qualidade nos árbitros. A gente precisa se acercar deles, monitorar eles, para que eles melhorem o desempenho - completou Seneme.

TABELA

> Confira classificação, jogos e simule resultados do Brasileirão-22

> Confira todos os jogos da Copa do Brasil-22

> Conheça o novo aplicativo de resultados do LANCE!

Lance!
Publicidade
Publicidade