1 evento ao vivo

Carille aprova atuação do time reserva do Corinthians em empate com o Vasco

Alvinegro fica no 1 a 1 com o cruzmaltino na Arena da Amazônia, pelo Campeonato Brasileiro

4 mai 2019
22h50
  • separator
  • comentários

O técnico Fábio Carille saiu satisfeito com a atuação do Corinthians após o empate por 1 a 1 com o Vasco, neste sábado, na Arena Amazônia, pela 3ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo, de baixo nível técnico, ficou marcado pela intervenção do VAR que causou a marcação de um duvidoso pênalti em favor do time carioca - e gerou o gol dos vascaínos.

Em relação ao time que esteve em campo na final do Campeonato Paulista contra o São Paulo, apenas o volante Ralf e o goleiro Cássio começaram a partida. Vários jogadores não viajaram a Manaus porque se recuperam de lesão. Além disso, o treinador optou por poupar alguns titulares para evitar maior desgaste físico.

O técnico não pode contar com os laterais Danilo Avelar (lesão no joelho esquerdo) e Fagner (coxa direita), os zagueiros Henrique (coxa direita) e Manoel (coxa esquerda), além do meia Júnior Urso (coxa direita) e do atacante Gustavo (coxa direita), todos lesionados.

"Gostei. Achei que teríamos mais dificuldades, tínhamos só dois jogadores que jogaram a final contra o São Paulo. Uns no departamento médico, outros seguramos para não terem risco de lesão. Estou satisfeito. Sabia que erros de passes seriam naturais por muitos jogadores sem ritmo de jogo", analisou o treinador.

Carille também elogiou a atuação do meia Mateus Vital, que marcou o gol alvinegro sobre o cruzmaltino. "Não foi só hoje. Ele entrou bem contra a Chapecoense, jogou clássico contra o Palmeiras. Eu pedi a contratação dele, é um jogador da minha total confiança", afirmou.

Estadão
  • separator
  • comentários
publicidade