0

Camilo marca dois, Ponte vence Náutico e segue sonhando com o acesso na Série B

Equipe de Campinas tem quatro pontos a menos que o Juventude, 4.º colocado

17 jan 2021
18h35
atualizado às 18h35
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Com dois gols do meia Camilo logo no início do jogo, a Ponte Preta ganhou do Náutico, por 2 a 0, neste domingo, no estádio Moisés Lucarelli, e se manteve na briga por uma vaga no G-4, a zona de acesso do Campeonato Brasileiro da Série B. A partida foi válida pela 35.ª rodada.

A Ponte vinha de dois empates e agora não perde há três jogos. A vitória colocou o time na sexta colocação, com 51 pontos, quatro a menos do que o quarto colocado Juventude. Já o Náutico tem 39 e beira a zona de rebaixamento.

O início da Ponte Preta foi arrasador. Aos seis, Yuri cruzou e Camilo cabeceou no contrapé do goleiro Anderson para abrir o placar. Seis minutos depois, aos 12, o camisa 10 soltou a bomba em cobrança de falta e ampliou.

E o resultado poderia ter sido mais elástico. Em finalização rasteira, Apodi exigiu boa defesa de Anderson, que salvou o Náutico também quando Bruno Rodrigues saiu cara a cara com ele e tentou o toque por cobertura. Na única boa chance do Náutico, Bryan bateu colocado e acertou a trave de Ygor Vinhas.

O time pernambucano voltou mais ligado do intervalo, mas ainda tinha dificuldades para criar lances de perigo. Em falta cobrada para dentro da área, Ronaldo Alves cabeceou livre para fora. Já a Ponte perdeu inúmeras chances de fazer o terceiro nos contra-ataques.

O time campineiro volta a campo na quinta-feira, contra a Chapecoense, às 17h45, na Arena Condá. Na quarta, o Náutico recebe o Oeste, às 19h15, no estádio dos Aflitos, no Recife (PE). Os jogos serão válidos pela 36.ª rodada.

FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA 2 X 0 NÁUTICO

PONTE PRETA - Ygor Vinhas; Apodi, Luizão, Wellington Carvalho e Yuri; Barreto (Neto Moura), Zanocelo (Dawhan), Camilo (Pedrinho) e Luan Dias (Guilherme Pato); Bruno Rodrigues e Matheus Peixoto (Tiago Orobó). Técnico: Fábio Moreno.

NÁUTICO - Anderson; Rafael Ribeiro, Ronaldo Alves (Tássio) e Camutanga; Bryan, Djavan (Matheus Trindade), Jean Carlos (Jorge Henrique) e Renan Foguinho (Ruy); Dadá Belmonte, Erick (Juninho Carpina) e Kieza. Técnico: Hélio dos Anjos.

GOLS - Camilo, aos seis e aos 12 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Paulo Cesar Zanovelli (MG).

CARTÕES AMARELOS - Wellington Carvalho, Barreto e Vinícius Zanocelo (Ponte Preta); Djavan e Dadá Belmonte (Náutico).

RENDA E PÚBLICO - Jogo sem torcida.

LOCAL - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade